Jeep confirma ‘mini-SUV’ elétrico de entrada abaixo do Renegade

Futuro modelo terá proposta urbana, versão 100% elétrica e deve chegar ao mercado antes de 2025

60

Jeep confirma mini-SUV elétrico

Jeep confirma mini-SUV elétrico

O esforço de eletrificação da Jeep passa pelo lançamento de versões híbridas plug-in de seus modelos, mas também pelo desenvolvimento de um modelo completamente novo e 100% elétrico. Estamos falando do futuro SUV compacto que será posicionado abaixo do Renegade, um modelo de entrada com propulsão zero emissão.

Durante a celebração dos 80 anos da Jeep, o CEO da empresa, Christian Meunier, anunciou que haveria um “Jeep totalmente livre de emissões em todos os segmentos até 2025”. Além disso, o chefe de design exterior da Jeep, Mark Allen, falou em uma expansão da gama aliada à eletrificação: “Estamos olhando para todos os segmentos possíveis”, afirmou.

Jeep Renegade 4xe

Nesse contexto, conforme apurado pelo site britânico Auto Express, o ‘mini SUV Jeep’ está confirmado pela marca e realmente chegará ao mercado. Sobre essa questão, Allen disse:

“Renegade é um modelo do segmento B, então obviamente há espaço abaixo disso e isso é algo que estamos olhando. Mas provavelmente não estamos olhando para algo maior do que Wagoneer – é um monstro!”

O executivo deu a entender ainda que outros modelos da Jeep estão sendo considerados, além do ‘mini SUV’. Segundo ele, isso é justificado pelo que ele destaca como um crescimento consistente da marca em um curto período de tempo.

“Houve um tremendo crescimento da marca em um curto período de tempo.”

Ainda não há detalhes de como será o design deste futuro Jeep elétrico de entrada, mas certas características de estilo da Jeep não devem ficar de fora, como a grade de sete aberturas aberturas de rodas trapezoidais, além dos balanços dianteiro e traseiro mais curtos.“Sempre nos referimos ao primeiro Jeep quando iniciamos um novo projeto”, confirmou Allen.

O ‘mini Jeep’ será produzido inicialmente na Polônia, tendo como destaque a já citada versão 100% elétrica e deve chegar ao mercado por volta de 2025. Afirma-se que ele será construído na plataforma CMP do grupo Stellantis, uma estrutura que ainda não comporta a tração integral, um requisito indispensável para o futuro modelo, mas deve passar a fazê-lo com o lançamento da segunda geração.

Hidrogênio

Além dos carros elétricos e híbridos plug-in, a Jeep também está de olho nas possibilidades oferecidas pelo hidrogênio. Sobre isso, Meunier admitiu: “É muito emocionante”, afirmou. “Temos algumas ideias do que podemos fazer com isso.”.

#portallubes #lubrificantes #graxas #carros #automóveis #Motos #motocicletas #caminhões