Toyota lançará 3 veículos elétricos nos EUA neste ano

47

Toyota lançará veículos elétricos nos EUAToyota lançará veículos elétricos nos EUA

Após lançar em dezembro do ano passado um SUV inédito da marca, parece que a Toyota resolveu embarcar com tudo no mercado de veículos totalmente elétricos, anunciando três versões eletrificadas de seus automóveis nos Estados Unidos ainda neste ano.

A informação, divulgada em uma nota à imprensa na quarta-feira (10), diz que os modelos incluirão dois veículos elétricos movidos a bateria (BEV’s) e um híbrido plug-in (PHEV). A empresa, que é hoje a mais vendida no mundo, reconheceu que a melhor forma de reduzir os gases de efeito estufa é “oferecer aos motoristas opções com menos carbono”.

Após relembrar o pioneirismo da companhia em eletrificação, relembrando o lançamento do Prius há quase 25 anos, o vice-presidente-executivo de vendas da Toyota América do Norte garantiu na declaração que as novas ofertas “darão aos clientes várias opções de trem-de-força que melhor atendam às suas necessidades”.

Akio Toyoda considera os BEVAkio Toyoda considera os BEV’s um “exagero” (Fonte: Toyota/Reprodução)Fonte:  Toyota 

Resistência aos carros totalmente elétricos

Embora seja inegável o pioneirismo da Toyota em eletrificação veicular, o fato é que a montadora japonesa tem demonstrado há muito tempo uma clara resistência à eletrificação total fora da China. No anúncio, a empresa faz questão de afirmar que “uma pesquisa interna” avaliou que as emissões de gases de efeito estufa são quase similares entre os modelos totalmente elétricos e os híbridos plug-in.

O argumento, muito parecido com o divulgado pelos produtores de petróleo, é que, durante a produção de eletricidade para carregar as baterias, ocorre a emissão de poluentes, uma alegação a princípio correta, mas que perde força ao se ter em mente que os EV’s se tornam mais “limpos” à medida que aumenta a demanda por energia renovável na rede de distribuição.

Ainda que seu CEO Akio Toyoda continue achando os carros totalmente elétricos “um exagero”, o anúncio da Toyota revela um reposicionamento da empresa e a consolidação de uma nova tendência para o transporte do futuro.