Brasil tem forte crescimento do mercado de carros elétricos e híbridos em 2020

Especialista diz que a tendência é desse mercado dobrar de tamanho a cada dois anos

116

Mercado de carros elétricos no BrasilMercado de carros elétricos no Brasil

Mesmo em um ano atípico, com uma forte crise global, o mercado de carros elétricos e híbridos no Brasil tem crescido de forma surpreendente. Os dados da Associação Brasileira de Veículos Elétricos (ABVE) apontam que o ano deve encerrar com o emplacamento de cerca de 19.000 veículos eletrificados, um aumento de 60% na comparação com 2019 e 378% de crescimento em relação a 2018.

A previsão parece bem realista, uma vez que as vendas no acumulado do ano até outubro já superaram o total do ano passado. Segundo a ABVE, foram 15.565 veículos eletrificados emplacados no país, contra 11.858 durante todo o ano de 2019.

“Considerando que 2019 tinha sido, até então, o melhor ano da eletromobilidade no País, com o triplo de vendas de 2018, o resultado mostra um crescimento forte e consistente desse mercado”, destaca a associação.

Audi e-tron (BR)

O mês de outubro também foi destaque, sendo o segundo melhor da série histórica em termos de vendas de elétricos e híbridos no país, com 2.273 emplacamentos, só perdendo para dezembro do ano passado, que teve 2.409 unidades comercializadas.

“Esses ótimos resultados confirmam nossa expectativa de que o mercado de eletrificados no Brasil tende a dobrar de tamanho a cada dois anos, ou menos” – disse Thiago Sugahara, vice-presidente de Veículos Leves da ABVE e executivo da Toyota.

Graças a esse desempenho de vendas, a frota de veículos eletrificados no Brasil é de 38.089 unidades, um número que deve superar a marca de 41.000 exemplares até o encerramento deste ano, segundo os dados do Renavam (Registro Nacional de Veículos Automotores, do Ministério da Economia).

O mercado interno ainda é pequeno, mas segue em forte crescimento e dependerá de muitos investimentos em infraestrutura para lidar com o aumento da demanda pelos veículos eletrificados que virá nos próximos anos.

*Os números incluem veículos híbridos (HEV), híbridos plug-in (PHEV) e 100% elétricos (BEV). Excluem ônibus, caminhões e outros veículos elétricos, como motos e e-bikes.

Fonte: CanalEnergia