Fiat e PSA devem receber aprovação da UE para fusão de US$38 bi, dizem fontes

82

FCA e PSAFiat e PSA

BRUXELAS/MILÃO (Reuters) – Fiat e PSA devem receber aprovação da União Europeia para uma fusão de 38 bilhões de dólares que criará a quarta maior montadora de veículos do mundo, disseram pessoas próximas ao assunto.

A aprovação da Comissão Europeia formalizará a criação da Stellantis, um grupo de fabricantes de automóveis que inclui desde as marcas norte-americanas de picapes e utilitários esportivos Ram e Jeep às europeias Peugeot, Citroen, Open e Vauxhall.

A fusão foi anunciada no ano passado, mirando cortes de custos anuais de 5 bilhões de euros sem fechar fábricas.

A Comissão Europeia e a Fiat Chrysler Automobiles (FCA) não quiseram comentar. A PSA não respondeu imediatamente a um pedido de comentário.

As ações da PSA e da FCA reverteram perdas depois que a notícia da Reuters foi publicada. As ações da PSA subiam 3,7% nesta segunda-feira, enquanto as ações da FCA avançavam 3%.

As empresas não precisaram usar a pandemia como argumento para a fusão, disseram as fontes, acrescentando que a decisão da UE poderá ser divulgada até o final do ano, antes do prazo oficial de 2 de fevereiro.

A FCA e a PSA disseram que esperam concluir a fusão no primeiro trimestre de 2021.

((Tradução Redação Reuters São Paulo; 55 11 56447727))