Volkswagen triplica venda de carros elétricos em 2020

143

Volkswagen triplica venda de elétricosVolkswagen triplica venda de elétricos

Mesmo com a pandemia da covid-19 afetando diversos setores da indústria mundial em 2020, a Volkswagen conquistou uma marca e tanto. Na última terça-feira (12), a montadora anunciou que a venda de seus veículos elétricos triplicou no período em comparação com os números apresentados em 2019. No total, foram comercializadas 134 mil unidades – contra 45 mil no ano anterior.

Considerando que o lançamento do compacto ID.3 se deu antes do endurecimento de regras ambientais aplicadas pela União Europeia, é possível que o avanço da fabricante seja ainda mais expressivo a partir de agora. A Alemanha, por exemplo, de acordo com o HT Auto, já está com uma demanda muito maior por carros do tipo.

Quando se inclui nas contas produtos híbridos, o montante é ainda mais expressivo. Em 2019, chegaram a 82 mil clientes. Já em 2020, 212 mil.

Fabricante alemã triplicou o número de vendas de carros elétricos em apenas um ano.Fabricante alemã triplicou o número de vendas de carros elétricos em apenas um ano.Fonte:  Reprodução 

Obstáculos do setor

Um em cada quatro carros vendidos na Alemanha em dezembro do ano passado possuíam motor elétrico, algo impulsionado por incentivos que faziam parte do pacote de estímulos do governo durante a recessão. No mês citado, opções movidas exclusivamente à bateria e híbridas abocanharam 26,6% do mercado e ficaram à frente daquelas alimentadas por diesel – que estão em declínio acentuado desde o escândalo da Volkswagen em 2015, envolvida em trapaças aplicadas a testes de emissões de gases. As coisas tendem a piorar ainda mais para esse setor.

Desde 1º de janeiro, montadoras devem atender às exigências da União Europeia e adequarem seus processos para não ultrapassarem o limite de 95 gramas de dióxido de carbono por quilômetro rodado estabelecido às frotas em média. Do contrário, receberão multas pesadas. Alguns desafios, de todo modo, terão de ser superados.

União Europeia endureceu regras ambientais – e montadoras têm de se adaptar.União Europeia endureceu regras ambientais – e montadoras têm de se adaptar.Fonte:  Reprodução 

Não fosse a falta de pontos de carregamento em áreas públicas e particulares, as vendas das soluções não poluentes poderiam ter crescido ainda mais. Por exemplo, segundo a Associação Alemã da Indústria Automotiva, existe apenas uma estação pública para cada 17 carros elétricos por lá, mas empresas de diversos locais do planeta querem mudar esse cenário. A Tesla é uma delas.