Aston Martin paga tecnologia da Mercedes-Benz com até 20% de suas ações

Grupo alemão vai aumentar participação na fabricante britânica em transação avaliada em US$ 373,3 milhões

42
tecnologia da Mercedes-Benz
Daimler und Aston Martin unterzeichnen Verträge für technische Partnerschaft – Traditionell wird bei Mercedes-AMG jeder Motor nach der Philosophie „One man, one engine“ von Hand aufgebaut. Das bedeutet, dass jeweils ein Techniker einen kompletten Motor montiert.
Daimler and Aston Martin sign technical partnership agreements – At Mercedes-AMG, each engine is traditionally set up by hand, in keeping with the philosophy “one man, one engine”. This means that a technician is responsible for the assembly of a complete engine.

Tecnologia da Mercedes-Benz

A Mercedes-Benz aumentará sua participação acionária na Aston Martin dos atuais 2,6% para até 20% nos próximos três anos, segundo comunicado divulgado na terça-feira, 27. A transação avaliada em £ 286 milhões (equivalentes a US$ 373,3 milhões) é pagamento pela transferência de tecnologia do grupo alemão, incluindo a próxima geração de powertrains híbridos e elétricos, para uso pela fabricante inglesa de carros esportivos.

Como parte da parceria, a Mercedes receberá novas ações da Aston Martin, que segundo a própria companhia alemã não aumentará sua participação além dos 20%. As novas ações serão emitidas em várias partes até 2023, vinculadas ao lançamento de pacotes de tecnologia.

Os principais termos e condições para o primeiro pacote e parcela de ações já foram acordados. O valor do primeiro pacote (tranche 1) será de £ 140 milhões (US$ 182,7 milhões). Neste momento, as ações a serem emitidas para a Mercedes-Benz aumentarão sua participação para 11,8%. Para os demais pacotes as empresas ainda precisam chegar a um acordo sobre o escopo da tecnologia a ser disponibilizada para a Aston Martin, o respectivo valor e os preços das peças de componentes e sistemas.

Essa é uma extensão da primeira parceria estratégica entre as montadoras firmada em 2013, visando o fornecimento de motores AMG V8 e de componentes para a arquitetura elétrica. Em troca, a Mercedes recebeu uma participação acionária de 5% na Aston Martin. Após o IPO da Aston Martin em 2018 e várias outras rodadas de financiamento, a Mercedes-Benz agora possui participação de 2,6% na montadora britânica.

“Já temos uma parceria de tecnologia de sucesso com a Aston Martin que beneficiou ambas as empresas. Com esta nova parceria expandida, seremos capazes de fornecer à Aston Martin acesso a novas tecnologias e componentes de ponta”, disse no comunicado o chefe de estratégia de produto da Mercedes-Benz, Wolf-Dieter Kurz.

Desde que abriu capital, há menos de dois anos, a Aston Martin tem enfrentado desafios com os altos estoques e vendas fracas. O bilionário canadense Lawrence Stroll socorreu a montadora no início deste ano e Tobias Moers, ex-chefe da divisão de desempenho da Mercedes-AMG da Daimler, substituiu Andy Palmer como CEO da Aston Martin em 1º de agosto.