Grupo Volkswagen vê recuperação dos negócios na China

ábricas retomam produção e clientes voltas às concessionárias após paralisações por causa da epidemia de coronavírus

68
Recuperação dos negócios na China
SUV elétrico da família ID: Volkswagen confirma início da produção na China com o fim da crise

Recuperação dos negócios na China

Recuperação dos negócios na China – O Grupo Volkswagen na China divulgou a notícia que toda a indústria automotiva global gostaria de ouvir: “Existem sinais crescentes de recuperação dos negócios”, diz o comunicado divulgado na quinta-feira, 9. Segundo informa a empresa, o mercado chinês está voltando ao normal, foram reabertas no país todas as 2 mil concessionárias Volkswagen, além de 95% das lojas Audi e Skoda, os clientes demonstram “forte interesse” em voltar a comprar, enquanto 32 das 33 fábricas de veículos e componentes da companhia na China já estão operando novamente, após cerca de dois meses de paralisações das atividades para conter a epidemia de coronavírus no país, que depois se espalhou pelo mundo todo.

“A esperança está retornando ao mercado chinês enquanto vemos uma certa normalização dos negócios. Nossos concessionários estão vendo clientes nas lojas novamente. Existem sinais crescentes de recuperação, com boa chance das vendas de carros retornarem aos mesmos níveis do ano passado até o começo do Verão (no Hemisfério Norte, em junho)”, avalia Stephan Wöllenstein, CEO do Grupo VW na China.

 

O executivo baseia sua estimativa de retomada das vendas aos níveis pré-crise nos relatos das concessionárias no país, que segundo a Volkswagen no último fim de semana de março tiveram fluxo de pessoas comparáveis ao do mesmo período do ano passado.

A recuperação acontece em momento estratégico para a Volkswagen na China, que programou para o segundo semestre o início de sua ofensiva de lançamentos de carros elétricos no país, onde a propulsão veicular elétrica tornou-se obrigatória – o governo determina porcentuais de produção de modelos eletrificados.

A plataforma 100% elétrica do Grupo VW, a MEB, já lançada ano passado na Europa, será introduzida em mais alguns meses na China. Duas fábricas, em Anting e Foshan, com capacidade combinada para produzir 600 mil unidades/ano, já estão preparadas para fabricar modelos da nova família ID de carros elétricos. Também está programado para o fim deste ano o início da produção do SUV elétrico Audi E-Tron em Changchun.