Hyundai também desiste do Salão do Automóvel

Montadora alega foco em eventos diferenciados e se junta à revoada do Grupo BMW, Toyota e General Motors

122
Hyundai Motor
No Salão do Automóvel de 2018, a Hyundai antecipou os novos HB20 e mostrou também o hibrido Ionic

Hyundai Motor

Hyundai Motor, que fabrica no Brasil os modelos HB20 e Creta, é a quarta baixa importante para o Salão do Automóvel de 2020, programado para os dias 12 a 22 de novembro no São Paulo Expo. A empresa comunicou a decisão no dia 4, terça-feira, quatro dias depois de a GM, líder de mercado, ter informado sua retirada do evento. A BMW e a Toyota também oficializaram sua não participação. A justificativa da Hyundai foi semelhante à das demais.

“A estratégia global da Hyundai vem valorizando eventos com formatos diferenciados e foco maior no ser humano, proporcionando um engajamento mais exclusivo com seus clientes e públicos interessados. Avaliamos bastante a situação no Brasil e decidimos substituir a participação no Salão do Automóvel por outras atividades mais exclusivas ao longo do ano”, comenta o vice-presidente comercial da Hyundai Motor Brasil, Angel Martinez.

Até sexta-feira, 31 de janeiro, a Reed Alcantara (organizadora do evento) dava como certa a presença da Hyundai, além de Volkswagen, Ford, Honda, Fiat, Jeep, Ram, Dodge, Renault, Nissan, Subaru e Caoa Chery. Automotive Business procurou o Grupo Caoa, que além de Subaru e Chery responde também no Brasil pelos modelos Hyundai importados ou fabricados em Anápolis (GO). A informação é que o grupo ainda estuda a participação de todas as suas marcas. Assim, Subaru e Chery também são dúvidas.