Jeep caminha para ultrapassar a Honda no acumulado do ano

Balanço parcial de novembro confirma a marca da FCA na oitava posição do ranking nacional

63

JeepJeep

Apesar de novembro ainda não ter acabado, os dados do varejo no acumulado até a última sexta-feira, 22, indicam que a Jeep deverá consolidar a oitava posição entre as marcas mais vendidas no País este ano, desbancando a Honda, que desceria um degrau em relação ao balanço de 2018 e passa para o nono lugar

Este será o quarto mês consecutivo que a Jeep ficará à frente da marca japonesa. De acordo com fontes que têm acesso aos dados de emplacamento do Renavam, nos primeiros 22 dias de novembro as vendas das duas empresas foram de, respectivamente, 8,1 mil e 7 mil unidades. A Jeep deteve no período participação de 5,1% e a Honda de 4,3%.

Se somadas as vendas do ano até 22 de novembro, a marca da FCA, Fiat Chrysler Automobiles, acumula 114,5 mil emplacamentos, com pequena vantagem sobre os 114 mil licenciamentos da Honda. Em termos de market share o índice praticamente se iguala na faixa de 4,9% em novembro, ou seja, é efetivamente uma disputa acirrada pela colocação.

De acordo com dados da Fenabrave, a Jeep soma 106.422 emplacamentos no acumulado dos dez primeiros meses do ano, número um pouco inferior ao da Honda, que atingiu vendas de 106.969 unidades, mantendo até então a oitava posição entre as marcas mais vendidas. Nesse ranking, a General Motors consolidou a posição de líder até outubro, com market share de 17,9%, seguida da Volkswagen (15,4%) e Fiat (13,8%).

A Ford, com market share de 8,3% no acumulado dos dez meses, perdeu o quarto lugar para a Renault, que detém fatia de quase 9%. Na sequência vêm Hyundai (8,1%) e Toyota (7,9%).

No segmento específico de SUVs, um dos mais concorridos do mercado brasileiro, a Jeep é líder absoluta, com o Renegade ocupando a primeira posição e o Compass a segunda, com participações no acumulado do ano de, respectivamente, 11,8% e 10,2%. Na sequência vêm o Hyundai Creta (9,6% de penetração) e Nissan Kicks (9,3%).

Vendas diretas – No contexto do total de emplacamentos no Pais, é importante destacar o volume de vendas diretas por marca. Nesse ranking específico, as cinco primeiras posições são as mesmas do ranking das vendas totais. A GM lidera seguida por Fiat, Volkswagen, Renault e Ford.

Na sexta colocação, no entanto, é a Jeep que aparece entre as dez marcas com maior volume de vendas diretas, enquanto a Honda nem consta desse ranking divulgado mensalmente pela Fenabrave. A marca japonesa atua com mais força no varejo, o oposto do que acontece na Jeep, que tem nas vendas diretas mais da metade de seus negócios.


Foto: Divulgação/Jeep