HB20 quer surpreender mercado novamente

107
HB20 quer surpreender mercado novamente
HB20 quer surpreender mercado novamente

HB20

Quando chegou, em 2012, o HB20 revolucionou o segmento de entrada. Veio bem equipado, com um desenho ousado, seguindo a tendência dos importados da marca que já eram vendidos aqui. Sete anos depois, a montadora vai renovar o seu campeão de vendas e o propósito é criar o mesmo impacto causado quando a marca inaugurou sua fábrica no Brasil.

O País é uma operação importante para a fabricante coreana e o HB20, seu modelo mais vendido, além de segundo carro mais vendido no mercado interno. De janeiro a maio, foram licenciadas 44,8 mil unidades do hatch e 13,2 mil do sedã.

O novo HB20

O novo HB20, que chegará no segundo semestre – provavelmente até novembro-, ganhou desenho totalmente novo, mudanças profundas e soluções modernas na versão hatch e sedã. Outra novidade: contarão com motor 1.0 turbo com injeção direta de 120 cv.

O carro trará dois equipamentos que até agora só faziam parte de modelos de categorias superiores. Um deles é o alerta de colisão dianteira, que detecta uma pessoa ou um obstáculo na frente do carro e freia automaticamente. O outro é o alerta de permanência na faixa. A lista de conteúdos incluirá ainda piloto automático, sistema start stop, controles de tração e estabilidade.

Participamos de avaliação de protótipo na pista de testes do centro de tecnologia que a montadora mantém em Seul, Coreia. Deu para perceber que o novo motor 1.0 turbo é bastante eficiente.

HB20 novo incorpora a nova filosofia de design

É difícil descrevê-lo, mas dá para dizer que o HB20 novo incorpora a filosofia de design que a marca está impondo para toda a linha. Tem luzes em led que se estendem entre o capô e a lateral do carro. “O led é a assinatura luminosa do carro. Ele pode ser visto de frente e da lateral. É um componente importante do desenho do carro”, diz Lee Sang Yup, chefe de design responsável pela reestilização do modelo, que destaca a importância da grade dianteira baixa para reforçar o aspecto esportivo.

O capô é muito simplório, limpo demais, mas a composição da grade com o farol é bonita, assim como a lateral, valorizada pelos dois recortes horizontais. O desenho do sedã busca maior semelhança com um coupé e suavizou o terceiro volume tradicional.

A versão Cross

A versão Cross, que substituirá o HB20 X, avançará na proposta fora de estrada. Ficou mais alta, tem barras no teto e molduras pretas nas caixas de rodas. “Nosso objetivo foi tornar o HB20 um carro mais emocionante. Era preciso concretizar esse aspecto, já que a Hyundai é uma marca emocional no Brasil”, justificou Yup.

Os três veículos cresceram. Os 30mm a mais no entre eixos, deram aos hatches mais espaço interno. O sedã também ganhou porta-malas maior, passando de 450 para 475 litros.

Internamente, o novo HB20 terá acabamento cromado, porta objetos com tampa, partida por meio de botão, painel mais compacto e tela touch de 8 polegadas.