Ford já oferece cinco tecnologias semiautônomas para evitar acidentes

89
tecnologias semiautônomas
Divulgação: Piloto automático ‘stop and go´pode parar o carro totalmente e retomar rodagem em situações de congestionamento

A Ford já tem cinco tecnologias semiautônomas disponíveis e tem planos de lançar comercialmente até 2021 um automóvel totalmente autônomo, capaz de rodar sem a menor intervenção de um motorista de carne e osso. Algumas das tecnologias que estarão presentes nesse automóvel, hoje tecnologias semiautônomas, já são oferecidas em alguns modelos da marca.

De acordo com a montadora, são recursos de assistência que têm o objetivo de detectar e evitar erros de condução que possam causar acidentes, avaliamdp com sensores e outros equipametos o comportamento do próprio motorista.

Tecnologias semiautônomas já estão ao alcance do consumidor

Na verdade, afirma a Ford, são cinco funcionalidades que atualmente já estão ao alcance do consumidor – algumas delas presentes em veículos de outras marcas, pois são desenvolvidas e produzidas por fornecedores em comum. Uma delas é o sistema de alerta de alerta de fadiga, presente no Fusion e no Edge e que monitora o comportamento do veículo para verificar se o condutor está destraído ou cochilando. Esse recurso usa câmeras para avaliar a movimentação do carro na faixa de rodagem – se ele sair da faixa em determinada frequência, um alerta é emitido no painel, recomendado ao motorista fazer uma pausa para descansar.

Ford deve lançar comercialmente carro 100% autônomo até 2021

Outro recurso das tecnologias semiautônomas é o alerta de colisão e detector de pedestres. Também disponibilizado no Fusion e no Edge, o alerta de colisão utiliza radar e câmera em velocidades a partir de 3,6 km/h e dispara avisos sonoro e visual quando detecta risco de batida no veículo à frente. Além de avisar o motorista, a tecnologia aplica uma pré-carga nos freios, para uma resposta mais rápida. Mesmo que o condutor não apresente nenhuma reação, dependendo da velocidade e da distância, o carro pode até desacelerar e parar por conta própria. Disponível no Fusion, o detector de pedestres funciona de forma semelhante e atua em velocidades de 3,6 km/h e 80 km/h.

Já o piloto automático “stop and go”, presente no Fusion, mantém a velocidade programada pelo motorista e automaticamente mantém uma distância segura de quem trafega â frente, freando e desacelerando por conta própria – inclusive pode fazê-lo em situações de congestionamento, sendo capaz de frear totalmente e retomar a aceleração se o trânsito voltar a “andar” em até três segundos.

O sistema de permanência em faixa, por sua vez, “percebe” se o condutor saiu da faixa de rodagem sem acionar o pisca e dá um alerta, por meio de uma vibração no volante e pode até atuar na direção de forma a corrigir a trajetória e trazer o carro de volta à faixa. Está presente no Fusion e no Edge.

Por fim, existe o controle eletrônico de estabilidade, disponível em todos os modelos vendidos pela Ford no Brasil, a depender da versão, e atua em conjunto com o ABS para frear as rodas individualmente e ajustar o torque do motor para evitar que o veículo saia da trajetória planejada.