Volkswagen quer conexão 5G em seus elétricos

Primeiro modelo baseado no compacto ID deve chegar ao mercado em 2020

86
5G
Conceito ID será base para novo compacto 100% elétrico que será lançado pela VW em 2020: modelo deverá ter conexão 5G

Conceito ID será base para novo compacto 100% elétrico que será lançado pela VW em 2020: modelo deverá ter conexão 5G.

Após anunciar que pretende usar o comando de voz Alexa da Amazon em seus veículos no futuro próximo a Volkswagen diz que planeja equipar sua família de carros elétricos com a próxima geração de conectividade móvel 5G. O primeiro modelo, um hatchback baseado no conceito compacto ID, deve ser lançado em 2020, conforme a estratégia da montadora, seguido por um micro-ônibus, em 2022.

“Todas as soluções futuras para a mobilidade individual dependem da capacidade de lidar com grandes quantidades de dados dentro e fora do carro”, disse o diretor de desenvolvimento de eletrônica da Volkswagen, Volkmar Tanneberger, na CES, feira de eletrônicos realizada neste mês em Las Vegas (EUA), durante o lançamento de um chip pela empresa Qualcomm, que planeja lançar ainda este ano testes padrões de comunicação móvel 5G, junto com as empresas como a AT&T e Ericsson.

“A conexão 5G é a chave que permitirá que a tecnologia acomode uma grande quantidade de dados, melhorando a experiência do usuário e transformando o sistema de transporte como um todo”, afirma Tanneberger.

5G terá grande impacto

Por ora, as velocidades de transferência de dados ultra-rápidas necessárias para a internet das coisas (IoT, na sigla em inglês) são dificultadas pela falta de banda larga disponível. Uma vez que a maior parte das telecomunicações móveis estão ligadas ao mesmo conjunto estreito de frequências alocadas pelos governos, isso tende a ser tornar um grande problema no futuro, quando a internet das coisas conectará bilhões de dispositivos inteligentes, abrangendo automóveis, residências e escritórios, sendo necessária aumentar exponencialmente a capacidade de transmissão e armazenamento de dados.

5G
Steve Mollenkopf – CEO da Qualcomm

Para o CEO da Qualcomm, Steve Mollenkopf, “a conexão 5G terá um impacto semelhante à introdução da eletricidade ou do automóvel. Em 2035, quando o benefício econômico total do 5G deverá estar consolidado em todo o mundo, uma ampla gama de indústrias de varejo, educação, transporte, entretenimento entre outros poderão produzir até US$ 12 trilhões de bens e serviços habilitados por 5G”.