Funções do líquido para sistema de arrefecimento

em motores de combustão interna de ciclo Diesel/ciclo Otto

109

Líquido para sistema de arrefecimentoLíquido para sistema de arrefecimento

Líquido para sistema de arrefecimento – O sistema de arrefecimento de motores de combustão interna Ciclo Diesel/Ciclo Otto 4T é constituído por conjunto de dispositivos eletromecânicos com a função de controlar a temperatura interna. Em média, 25% a 35% da energia contida no combustível, apenas, é transformada em trabalho mecânico em motores de combustão interna 4T. Ou seja, 65% a 75% da energia é dissipada em forma de calor.

Nos sistemas de arrefecimento que utilizam líquido como meio de arrefecimento (coolant) parte da energia do combustível que não foi transformada em trabalho mecânico é transferida sob a forma de calor para o meio arrefecedor (coolant) que, por sua vez, o dissipa para o ar externo através do radiador.

Os sistemas de arrefecimento mais utilizados operam por circulação forçada do líquido de arrefecimento e constituem-se, basicamente, de bomba centrífuga hidráulica (bomba d’água) que promove a circulação forçada do meio arrefecedor, válvula termostática para controle de temperatura entre o cabeçote do motor e o radiador, sensor para indicação de temperatura, ventilador e radiador aletado para dissipação do calor gerado.

O líquido para sistema de arrefecimento (coolant) em motores de combustão interna Ciclo Diesel/Ciclo Otto 4Tdesempenha algumas funções básicas, tais como:

  1. Eleva a Temperatura de Ebulição (Temperatura de Ebulição da água é 100 ºC ao nível do mar) do meio arrefecedor com vistas a evitar-se desgaste erosivo, por cavitação, das camisas e bomba centrífuga hidráulica (bomba d’água).
  2. Atua como agente anti-corrosivo das superfícies metálicas com as quais o líquido de arrefecimento (coolant) entra em contato.
  3. Tem função anti-congelante em locais de temperaturas extremamente baixas.
  4. Melhora a disponibilidade e confiabilidade da bomba centrífuga hidráulica do sistema de arrefecimento (bomba d’água).
  5. Inibe a formação de espuma, que provoca o desgaste erosivo por cavitação, no sistema de arrefecimento.

 

Leia o restante do artigo na revista LUBES EM FOCO – edição 79, apresentada abaixo: