Honda prepara motor turbo para Africa Twin

371

Honda Africa TwinHonda Africa Twin

Honda Africa Twin – Rumores indicam que a Honda está desenvolvendo uma trail com turbo e que poderia se tornar um futuro modelo da Africa Twin, conforme a confirmação de patentes recentes.

Ainda não está clara a intenção da Honda em recorrer à sobrealimentação, pois não se sabe se a empresa está interessada em criar a moto de aventura mais potente do mercado.

Em vez disso, a marca japonesa pode estar olhando para um futuro em que os atuais motores Africa Twin podem se tornar obsoletos devido aos regulamentos de emissões. E por outro lado a Honda nunca se interessou em participar de ‘guerras de poder’, embora a adição de um propulsor deste possa trazer ainda mais emoção à Africa Twin.

Honda Africa Twin

 

Detalhes do possível motor Honda

Na verdade, depois de vários anos, a Kawasaki ainda é a única que tem o seu motor com “Supercharger” no mercado, que não é um turbo propriamente dito, pois está diretamente conectado ao motor, mas também melhora o desempenho da motocicleta.

Então, ao invés de motos turbo, estamos falando de máquinas com compressor volumétrico. A Honda, que já patenteou algumas soluções nesse sentido em 2019 e no início deste ano retomou essa linha com duas novas patentes.

Honda Africa Twin

Uma delas é para “um motor de combustão interna sobrealimentado”. O mais curioso é que na última das patentes ela é ilustrada com uma Africa Twin ou, pelo menos, é o que surge com o quadro com grandes semelhanças.

O design da patente mostra que a nova moto de aventura será construída com foco no alto desempenho, e o supercharger será um componente essencial para atingir esse objetivo.

E tem mais Honda Africa Twin

Quanto às descrições das patentes, a primeira afirma que se trata de um compressor mecânico, pois indica que a força motriz é transmitida do exterior da embreagem ao impulsor. Num turbo são os gases de escape que desempenham esta função.

A segunda patente apresenta o caminho do fluxo de ar e obtém a melhor resposta possível. A rota aérea varia do habitual, procurando evitar em parte o calor do motor, pelo que se ramifica para o conseguir.

De alguma forma, o efeito final que se busca com isso é uma resposta mais eficiente do sistema. Se veremos uma Honda com compressor volumétrico é difícil saber, mas o certo é que se a Africa Twin for atualizada, não seria a única com opções para montá-la, já que compartilha o motor com a touring NT1100 e a cruiser Rebel 1100. Vamos aguardar!