Produção de motocicletas deve crescer 26% em 2021

71

Produção de motocicletas

Produção de motocicletas

Produção de motocicletas – A indústria nacional de motocicletas deve encerrar o ano de 2021 com 1.220.000 unidades produzidas, segundo a última projeção revelada pela Abraciclo, entidade que reúne as fabricantes do segmento.

A nova estimativa é maior do que as 1.060.000 motos previstas no início do ano.

Além disso, ela corresponde a um crescimento de 26,8% sobre o resultado de 2020, quando 961.986 unidades saíram das linhas de montagens instaladas em Manaus.

Produção de motocicletas deve crescer 26% em 2021

Palavra do presidente da Abraciclo

“Temos um mercado aquecido, afinal a moto hoje é instrumento de trabalho e opção de deslocamento seguro para evitar a aglomeração do transporte público”, diz Marcos Fermanian, presidente da Abraciclo.

Segundo o executivo, o setor deve se aproximar do patamar de 2015 com a nova estimativa.

Só para ilustrar, naquele ano foram produzidas 1.262.708 motocicletas.

“A indústria está consolidando sua recuperação, pois os sinais indicam o início de um novo ciclo de expansão”, diz Fermanian.

Produção de motocicletas deve crescer 26% em 2021

 

A Abraciclo também revisou para cima as projeções de vendas e exportação.

A entidade prevê a comercialização de 1.140.000 motocicletas. O volume é 24,6% maior do que as 915.157 unidades emplacadas em 2020.

Já para as exportações, a perspectiva é de que a princípio sejam embarcadas 51.000 motos, volume 51,1% superior ao registrado no ano passado (33.750).

A perspectiva anterior, mostrada no início do ano, era de que os licenciamentos somariam 980.000 unidades e as exportações totalizariam 40.000 motocicletas.

Produção de motocicletas em julho

O relatório aponta que em julho foram produzidas 95.025 motos, queda de 9,9% sobre junho. No mês anterior 105.450 unidades deixaram as linhas de produção instaladas em Manaus.

Na comparação com o mesmo mês de 2020, que contabilizou 97.920 unidades, a queda foi de 3%.

O presidente da Abraciclo explica que o recuo já era esperado por causa das férias coletivas das fábricas no período.

Entre janeiro e julho a indústria fabricou 663.888 unidades, alta de 35,4% em relação a 2020, que teve 490.137 unidades no período.

Por fim, a Abraciclo diz que é o melhor resultado para os sete primeiros do ano desde 2015, quando foram produzidas 799.990 motocicletas.

#portallubes #lubrificantes #graxas #carros #automóveis #Motos #motocicletas #caminhões