IMZ-Ural, a moto russa com sidecar e tração nas duas rodas

87
IMZ-Ural
Ural Gear Up: visual inusitado com o sidecar (Divulgação)

IMZ-Ural

A história da IMZ-Ural começa em 1939, durante os preparativos da União da República Socialista Soviética (URSS) para a Segunda Guerra Mundial, quando Josef Stalin ordenou aos militares russos que desenvolvessem uma nova motocicleta para os combates.

Ural Gear Up: visual clássico com modernidades mecânicas (Divulgação)

As origens da IMZ-Ural estão ligadas ao desenvolvimento da Frente Oriental durante a Segunda Guerra Mundial. Stalin ordenou que os militares soviéticos se preparassem em todas as áreas possíveis, incluindo as forças terrestres que defendiam a União Soviética contra a invasão de tanques e da infantaria alemães.

Foi realizada uma reunião no Ministério de Defesa Soviético para conceber uma motocicleta que seria adequada para o Exército Vermelho. A motocicleta foi “modelada” com base na BMW dos anos 1930 chamada R71, que a Alemanha nazista forneceu à União Soviética depois que os países assinaram um pacto de não agressão, o Molotov – Ribbentrop, em 1939.

Ural Gear Up: bem equipada para enfrentar qualquer desafio (Divulgação)

A BMW R71 estava perfeitamente de acordo com os requisitos do Exército Vermelho e, por isso, cinco unidades foram secretamente compradas. Os engenheiros soviéticos em Moscou fizeram a engenharia reversa do design nos mínimos detalhes, criando moldes e matrizes para produzir os motores e as caixas de câmbio. No início de 1941, os protótipos da motocicleta Dnepr M-72 foram mostrados a Stalin, que imediatamente tomou a decisão de colocá-la em produção. Uma dessas BMW originais compradas pelos intermediários suecos é exibida no museu da fábrica IMZ-Ural.

O sidecar oferece conforto extra para o acompanhante (Divulgação)

Em 1941, a BMW iniciou a produção em série da R75 e finalizou a produção do R71. À medida que a eficaz produção das M-72 aumentava, a Fábrica de Motos de Moscou foi criada, mas os estrategistas soviéticos temiam que a fábrica de Moscou fosse atacada pelos alemães, então decidiram mover a fábrica de motocicletas para o leste, na cidade de Irbit, na região dos Montes Urais, localizada na periferia da Sibéria. Irbit já era conhecida como um importante centro de comércio e feiras na Rússia, antes da Revolução de 1947.

A Ural é das poucas empresas russas que produz sidecar (Divulgação)

O único edifício disponível era uma cervejaria fora da cidade, que foi convertida em um edifício de pesquisa e desenvolvimento para se preparar para a construção de uma nova instalação para produzir as M-72. Em 25 de outubro de 1942, o primeiro lote de motocicletas foi para o combate. Durante a Segunda Guerra Mundial, mais de 9.000 motocicletas M-72 foram entregues.

Tanque de combustível comporta 18 litros (Divulgação)

Em 1950 a fábrica foi ampliada e a motocicleta número 30.000 foi produzida. Inicialmente, a URAL foi construída apenas para fins militares. No final da década de 1950, a fábrica da KMZ na Ucrânia tornou-se fornecedor das forças armadas, e a IMZ Irbit Motorcycle Works se concentrou em fabricar bicicletas para a população. Em 1957, as linhas de produção M-72 foram vendidas para a República Popular da China. As exportações começaram em 1953. A IMZ-Ural é um dos poucos fabricantes russos de motocicletas com sidecar do mundo, alcançando 3,2 milhões de motos vendidas.

Painel simples apenas com velocímetro, odômetro, marcador de combustível e relógio (Divulgação)

Em 1950 a fábrica foi ampliada e a motocicleta número 30.000 foi produzida. Inicialmente, a URAL foi construída apenas para fins militares. No final da década de 1950, a fábrica da KMZ na Ucrânia tornou-se fornecedor das forças armadas, e a IMZ Irbit Motorcycle Works se concentrou em fabricar bicicletas para a população. Em 1957, as linhas de produção M-72 foram vendidas para a República Popular da China. As exportações começaram em 1953, principalmente para o Reino Unido, Austrália, França, Holanda, Bélgica, Espanha, Grécia, Noruega, Finlândia, Islândia, Suécia, Alemanha, Egito, Irã, África do Sul, Brasil, Uruguai, Paraguai e EUA. A IMZ-Ural é um dos poucos fabricantes russos de motocicletas com sidecar do mundo, chegando em 3,2 milhões de Ural vendidas.

Motor Boxer tem alta confiabilidade e bom torque em baixas rotações (Divlgação)

O modelo 2020 de entrada é a Ural CT, com tração simples, para uso diário nas cidades. A Ural Gear Up tem tração nas duas rodas, a da moto e a do sidecar, e foi projetada para enfrentar terrenos acidentados do fora de estrada. As motos da Ural vem equipadas com um motor Boxer com 749 cm³, de dois cilindros opostos, quatro tempos, refrigerado a ar, com injeção dupla de combustível, câmbio de quatro marchas e marcha ré, transmissão por cardã, tração do sidecar por eixo, embreagem a seco de dois discos, amortecedores de mola com regulagem na pré carga, freios a disco Brembo nas três rodas, aros de alumínio, roda sobressalente, pneus Heidenau e pintura eletrostática para suportar as mais severas intempéries.

Sidecar é amplo e com espaço para passageiro e bagagem (Divulgação)

A aparência externa do motor indica que tudo continua igual, mas ele já é produzido com alto controle de qualidade, melhores ligas e tolerâncias das peças. A velocidade máxima fica em 120 km/h e o consumo de combustível marca médias de 16 km/l na cidade. Com o tanque de combustível de 18 litros ela encara quase 300 km no asfalto.

Pneus Heidenau e pá utilitária mostram a sua capacidade aventureira (Divulgação)

Dentre os equipamentos de série nos modelos mais sofisticados encontramos pá utilitária dobrável, suporte de bagagem, tomada 12 V, faróis em LED e tanque de combustível, sendo um deles bem divertido, pois imita um galão de combustível, mas na verdade armazena uma garrafa de vodka e dois copos.

Sidecar com porta malas, estepe e bagageiro (Divulgação)

A IMZ-Ural transformou-se em uma sociedade anônima aberta em novembro de 1992, a “Uralmoto Joint Stock Company”, uma entidade privatizada com participação de 40% pela administração e funcionários por meio de doação, 38% em leilão com vales de privatização e 22% retidos pelo governo. Em julho de 2000, a empresa foi reorganizada com as ações do governo sendo redistribuídas aos investidores.

Falso galão opcional leva uma garrafa de vodka e dois copos (Divulgação)

No início de 1998, o negócio foi comprado por interesses privados russos e não é mais uma empresa estatal. Os proprietários privados determinaram novas idéias, investimentos, gerenciamento, técnicas de produção, projetos, tecnologia e controle de qualidade de produtos recebidos, em processo e acabados. Em 2000, a empresa foi vendida para três empreendedores e dividida em três componentes nas instalações, de produção de energia, venda de fundição e forja.

Sidecar tem assento confortável para encarar longas jornadas (Divulgação)

A Ural CT com tração simples parte de U$ 15.549 dólares, a Gear Up com tração nas duas rodas traseiras custa U$ 17.549 dólares, a Sahara Special Edition U$ 20.969 dólares e a Sportsman Adventures Camp Wandawega Edition custa U$ 21.189 dólares.