Voltz EV1 a primeira scooter elétrica certificada pelo Denatran

Novidade no mercado nacional de opções elétricas, a nova Voltz EV1 é uma scooter que roda 60 km com menos de R$ 1,00 e não emite poluentes. Ela ainda possui bateria leve e portátil que pode ser recarregada em qualquer tomada.

126

Voltz EV1Voltz EV1

Novidade no mercado nacional de opções elétricas, a nova Voltz EV1 é uma scooter que não emite poluentes, possui bateria leve e portátil e ainda pode ser recarregada em qualquer tomada.

Consumindo apenas 1 kWh por recarga, ela é capaz de rodar até 60 quilômetros com a carga cheia, chegando ao gasto equivalente a apenas R$ 0,56 “por tanque”, se comparado a uma motocicleta normal.

Para completar, a scooter elétrica da Voltz, voltada para uso urbano em grandes centros, é a primeira do Brasil com certificação do Denatran, segundo comunicado da marca.

Scooter-Eletrica-Voltz-EV1-01-Vermelha

Voltz EV1, scooter elétrica faz 60 km com menos de R$ 1

A Voltz é a startup responsável pelo lançamento da nova EV1 no Brasil, uma scooter elétrica desenvolvida para ser opção acessível aos que desejam driblar o intenso trânsito das grandes cidades. Tudo isso sem poluição e de uma forma econômica.

O modelo equipa uma bateria de lítio que pesa apenas 7 kg que pode ser removida se esforço e recarregada em qualquer tomada. Para se ter uma ideia, a carga completa demora cerca de quatro horas e custa menos de R$ 1.

Scooter-Eletrica-Voltz-EV1-02-Bateria

O abastecimento da moto consome apenas 1 kilowatt/hora (kwh), o que custa, em média, R$ 0,56 no Brasil, segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). E com a bateria cheia, a EV1 pode rodar até 60 quilômetros se pilotada de forma econômica.

Scooter-Eletrica-Voltz-EV1-03

Mas além de economia para o bolso do proprietário, a EV1 também traz uma “economia” para o meio-ambiente. A nova scooter da Voltz, por se tratar de uma opção totalmente elétrica, não emite poluentes no ar.

Enquanto uma moto à combustão é capaz de emitir em média cerca de 64 kg de CO2 e quase 7 kg de CO por mês, o EV1 tem emissão zero.

E não é só isso. A scooter elétrica também é zero ruídos! Enquanto uma moto com motor à combustão emite até 95 db quando funcionando, a Voltz EV1 tem zero ruído.

Scooter-Eletrica-Voltz-EV1-04-Vermelha

Voltz EV1 foi desenhada para o Brasil

Segundo a startup Voltz, a EV1 foi projetada exclusivamente para rodar bem no Brasil. Seu desenho foi pensando para que a scooter se saia bem nas cidades brasileiras, com ruas esburacadas e asfalto malcuidado, segundo o comunicado da marca.

“A scooter conta com potência similar a um modelo de 50 cilindradas, atinge a velocidade máxima de 60 km e custa R$ 9 mil, em uma categoria de veículos elétricos que comercializa modelos que chegam a custar até R$ 20 mil no País”, explica Renato Villar, sócio da startup.

A startup Voltz está em operação há menos de um ano no Brasil e seu produto é fruto de um investimento de R$ 8 milhões. No momento, a empresa está realizando vendas pelo site, com entregas em todo o país.

Desde que iniciaram as vendas, há seis meses, quase 500 scooters já foram vendidas, com 40% das compras realizadas pelo site da marca. No momento as vendas estão voltadas 100% para o ambiente digital.

Scooter-Eletrica-Voltz-EV1-05-Cinza

Scooter-Eletrica-Voltz-EV1-06-Azul