Dakar: Tombo em cactos tira piloto brasileiro da competição

140

Rally Dakar

Gregório Caselani
Gregório Caselani abandona o Rally Dakar devido a fortes dores lombares

O brasileiro Gregorio Caselani, da Honda South America Rally Team, está fora do Rally Dakar. O piloto tomou a decisão de abandonar a prova no início da madrugada desta segunda-feira (9/01), em La Paz (Bolívia), seguindo orientações médicas, pois estava com um processo inflamatório muito forte na cintura e região lombar.

Gregório Caselani
Gregório Caselani

A queda

O piloto gaúcho caiu sobre cactos na terceira etapa da competição e muitos espinhos se alojaram em seu corpo, dos joelhos até as costas. Como os médicos não conseguiram retirá-los, formou-se um processo inflamatório e desde então ele enfrenta dificuldades para pilotar. “A minha lombar está travada. Nem consigo calçar o tênis”, disse Gregorio Caselani. Em La Paz, os médicos do Rally Dakar recomendaram repouso de pelo menos cinco dias, além de medicamentos.

Gregorio Caselani

O piloto, que fez a sua estreia no Rally Dakar, o maior rali do mundo, decolou nesta segunda-feira pela manhã, partindo da capital boliviana, e têm desembarque previsto na parte da tarde no Aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos (SP). O piloto está acompanhado do chefe de equipe Dário Júlio.

Além das dificuldades tradicionais de percurso com variados tipos de terreno Off Road, os competidores no Rally Dakar ainda costumam enfrentar surpresas e imprevistos no caminho. Em 2017, fora o caso de Gregorio Caselani, ainda tivemos o inusitado susto do piloto eslovaco Ivan Jake (KTM) que foi atingido por um raio no terceiro dia de prova e sobreviveu para finalizar a etapa.

Foto: Victor Eleuterio, Idario Cafe, Gustavo Epifanio e Jose Mario Dias/photosdakar.com

Fonte: Equipe MOTO.com.br