Mercado Brasileiro de Lubrificantes surpreende com alta expressiva em 2023

1093
Português
Español/Castellano
English
Mercado Brasileiro de Lubrificantes
Fonte: Pixabay

Mercado Brasileiro de Lubrificantes 

Mercado Brasileiro de Lubrificantes – Pesquisa mostra que o mercado brasileiro de lubrificantes apresentou em 2023 um aumento de volume significativo, atingindo um total de 1,497 milhão de metros cúbicos, o que corresponde a um avanço de 6,9% em relação ao ano de 2022. O estudo realizado pela revista Lubes em Foco levou em consideração os números das grandes empresas do segmento somados às estimativas bastante realísticas do desempenho das principais pequenas e médias empresas do setor.

Indústria automotiva foi destaque

Segundo dados divulgados pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores – ANFFAVEA, a despeito de uma produção menor em 1,9%, no ano de 2023, a indústria automobilística, principal fator de impacto no mercado de lubrificantes, terminou o período com um aumento nas vendas de carros novos de 9,7% em relação ao ano anterior, motivado principalmente por incentivos dados por medidas provisórias com incentivos fiscais e melhoria do crédito ao mercado consumidor.

As vendas de veículos em 2023, atingiram um total de  2,3 milhões de unidades emplacadas contra 2,1 milhões em 2022.

A ANFAVEA trabalha com uma projeção de crescimento das vendas de 6,1% para o  ano de 2024, apontando um aumento também para a produção nesse mesmo patamar.

Mercado Brasileiro de Lubrificantes – Market share

A pesquisa Lubes em Foco avaliou o desempenho das TOP 10 distribuidoras de lubrificantes, apontando a Iconic Lubrificantes (Chevron + Ipiranga) como líder do mercado, com uma participação de mercado de 17,7%, seguida de Cosan Lubrificantes/Moove, distribuidora dos produtos da Mobil, com16,9%, a Vibra Energia, com os produtos Lubrax e uma participação de 15,9%, a Raízen com os produtos Shell, com 11,7% e a Petronas, fechando a lista das TOP 5.

Na sequência, aparecem as empresas Ultrax (1,9%), YPF (1,8%), Castrol (1,6%), Lucheti (1,3%) e Teclub (1,2%) fechando o grupo das 10 maiores.

Mercado Brasileiro de LubrificantesDentro da coerência do estudo realizado, foi observado um aumento expressivo das vendas dos óleos automotivos, principalmente aqueles direcionados aos motores do ciclo Otto, ou sejam, os carros movidos a gasolina, álcool e gás natural. Em menor escala, os óleos para motores diesel também apresentaram crescimento nas vendas.

ANP se prepara para retomar o controle dos números publicados

Em entrevista exclusiva à Lubes em Foco, o Superintendente da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis, Diogo Valério, que está à frente da Superintendência de Distribuição e Logística – SDL, informou que a agência está revisando muitos procedimentos e até metodologia para melhorar o Sistema de Informações de Movimentações de Produtos – SIMP.

De acordo com Diogo Valério, a intenção da ANP é realizar um workshop com o mercado, ainda este mês, para trocar experiências e apresentar uma nova tabela de produtos, a fim de facilitar o processo e mitigar possíveis enganos que possam causar distorções nos números finais. “A mudança de metodologia deverá auxiliar as empresas no fornecimento das informações que irão alimentar o sistema”, comentou Diogo.

Durante a reunião da entrevista, a ANP deixou claro que está atenta aos problemas e desafios existentes nas relações com os agentes econômicos do setor e que está disposta a dar os passos necessários para aumentar a eficiência e a moralização do mercado brasileiro de lubrificantes.

O diretor da revista Lubes em Foco, Pedro Nelson Belmiro, reiterou a importância da ANP no processo de amadurecimento do mercado e aproveitou a oportunidade para acertar com o Superintendente Diogo Valério para uma palestra sobre esse assunto, no XIV Encontro Internacional com o Mercado, que será realizado nos dias 2 e 3 de julho deste ano.

Um resumo mais completo do mercado de lubrificantes com informações detalhadas sobre os mercados de óleos básicos e rerrefinados será publicado na próxima edição da revista Lubes em Foco este mês.