ICONIC amplia sua infraestrutura e estreia no mercado de óleos básicos

1751
Português
Español/Castellano
English

ICONIC Base Oil

ICONIC no mercado de básicos

ICONIC no mercado de básicos – Um dos projetos mais importantes da ICONIC, desde o início da sua operação em 2018, foi o projeto de consolidação das suas unidades produtivas no Rio de Janeiro. Com a conclusão desta primeira fase no ano passado, quando todo o processo de transferência entre plantas foi concluído, a unidade de Caxias passou a concentrar toda a fabricação e envase de lubrificantes da ICONIC, que conta ainda com uma terceira unidade produtiva em Osasco, voltada para produção de graxas e coolants.

Investimentos na planta de Caxias-RJ

Para que a planta de Caxias pudesse absorver toda a demanda e complexidade desta consolidação, a unidade recebeu uma série de investimentos nos últimos 5 anos, que além de elevar sua capacidade produtiva, também trouxe mais segurança e conforto para seus colaboradores. Dentre as iniciativas mais importantes, estão: novos escritórios e vestiários, refeitórios modernizados, novo armazém consolidador, nova linha de envase, novo parque de caldeiras, nova bacia de tanques e aquisição de novos terrenos no seu entorno.

ICONIC Base Oil - Duque de Caxias

Atualmente, Caxias possui 2 regimes de fabricação (contínuo e batelada), sete linhas de envase de embalagens de 1 litro, 4 litros, 20 litros, 200 litros e 1000 litros, além de várias posições de granel, todas sincronizadas com um moderno centro integrado de controle que faz a gestão de cada etapa do processo produtivo.

“Herdamos um grande presente dos nossos sócios que foram as duas unidades produtivas de São Cristóvão e Caxias. Tivemos a capacidade de reconhecer a vocação de cada uma delas e assim tirar o melhor proveito destes ativos.” ressalta Márcio Aziz, Diretor de Operações da ICONIC. “Toda a transição foi feita sob um planejamento rigoroso e hoje temos orgulho em afirmar que a primeira fase do projeto atingiu seus objetivos: crescemos 140% em produção em Caxias, sem acidentes ou impactos para empregados e comunidade e sem rupturas de negócio para nossos clientes.” pontua o diretor.

Segunda fase e nova vocação para São Cristovão

Com a conclusão da consolidação da produção em Caxias e o descomissionamento da unidade de São Cristóvão, a empresa foi capaz de lançar, no final do ano passado, a segunda fase dos seus investimentos para ampliação da infraestrutura. Trata-se de um pacote de 7 iniciativas principais que visam colocar a ICONIC em outro patamar de capacidade e flexibilidade operacional.

“Diferente da primeira fase do projeto, esta vai bem além dos limites da Fábrica em si. Buscamos a simplificação e a modernização de toda nossa cadeia de abastecimento, desde a chegada da matéria prima até a entrega do produto no ponto de venda, para que possamos oferecer operações seguras, eficientes e confiáveis”, diz Marcio.

Dentre os principais investimentos, destaca-se o projeto de readequação da antiga planta de São Cristóvão-RJ, que começa a ser convertida em um grande terminal de armazenagem e manipulação de óleos básicos, dentre outras possibilidades para este ativo, que está estrategicamente posicionada em área privilegiada e conectada com porto do Rio por oleodutos subterrâneos.

ICONIC Base Oil

Além das mudanças estruturais no novo terminal em São Cristóvão, a ICONIC também está desenvolvendo um projeto para ampliação do calado do do seu berço de atracação, localizado no Porto do Rio, possibilitando que navios maiores atraquem no local. Atualmente, o canal tem limitações que inviabilizam a entrada de embarcações de grande porte, promovendo maiores custos de logística internacional. “Por este berço de atracação, recebemos óleos básicos importados não disponíveis no mercado brasileiro. Com a possibilidade de receber embarcações maiores, nos tornamos mais competitivos”, ressalta Márcio.

Tanto o aumento do calado do porto quanto o novo terminal de básicos serão alavancas fundamentais para a consolidação da nova unidade de óleos básicos da ICONIC, liderada por Marcelo Guimarães, gerente executivo da ICONIC.

Um dos destaques deste plano estratégico, a ICONIC Base Oil (unidade de óleos básicos da empresa), inaugurada no final de 2022, nasce como uma estrutura independente. Tem como objetivo o ganho de escala por meio de parcerias estratégicas com clientes produtores de lubrificantes, o fortalecimento do relacionamento com fabricantes internacionais, o investimento na ampliação de sua estrutura de tancagem amplamente conectada ao porto do Rio de Janeiro e instalações com qualidade e certificação.

“O objetivo desta nova unidade de negócio é prover soluções aos fabricantes, de forma a suportar o avanço tecnológico dos lubrificantes no mercado brasileiro, e garantir previsibilidade no fornecimento”, analisa Marcelo Guimarães, gerente executivo da ICONIC Base Oil.
Outra iniciativa planejada é a extensão da atual bacia de tanques da fábrica de Caxias, que será possível graças à aquisição de terrenos no entorno da unidade e que permitirá um crescimento da capacidade instalada da bacia de até 30%.

O novo Centro de Tecnologia ICONIC (CTIC) é outra iniciativa de peso da ICONIC, com lançamento previsto para 2024. A ideia é levar o atual Centro, localizado em São Cristóvão, para dentro das instalações da fábrica de Caxias. As obras já iniciaram e a promessa é que o CTIC se consolide como um dos maiores e mais importantes laboratórios privados da América Latina, reforçando sua posição de referência no mercado de lubrificantes com alto investimento tecnológico e humano.

Outra iniciativa é a construção de um novo armazém automatizado de alta capacidade dentro da fábrica de Caxias e totalmente integrado às linhas produtivas e aos principais canais de distribuição da empresa. “Estamos trabalhando com consultorias especializadas em logística e avaliando os cenários para decidir pela melhor alternativa técnico/comercial, alternativas de layout, sistemas de armazenagem e alta tecnologia para trazer uma solução segura, eficiente e confiável”, pontua Marcio.

Todas essas iniciativas estão coordenadas por um plano diretor, para assegurar um crescimento ordenado das unidades de Caxias e Osasco, e conectadas com o planejamento estratégico da ICONIC. Empresas de arquitetura industrial foram contratadas para garantir um sequenciamento lógico e otimizado dos fluxos internos. Na planta de Osasco, o plano diretor visa abrir capacidade produtiva para as produções de graxas e coolants, que são linhas de produto que a empresa pretende continuar investindo nos próximos anos.

Clique no link abaixo e leia todos os artigos da revista Lubes em Foco 88