Modificadores de índice de viscosidade

128
Português
Español/Castellano
English

Modificadores de índice de viscosidade

Modificadores de índice de viscosidade

O índice de viscosidade (IV) é uma característica comumente utilizada para indicar a variação da viscosidade de um fluido em diferentes temperaturas. Quanto menor a variação da viscosidade, maior o IV. Os modificadores de índice de viscosidade permitem modificar esta propriedade, ajudando a manter uma lubricidade adequada em diferentes temperaturas, o que é uma característica fundamental dos lubrificantes.

Viscosidade

Viscosidade é a propriedade que determina a resistência de um fluido ao cisalhamento.

É uma das propriedades mais importantes em lubrificantes, pois é responsável por determinar a espessura do filme do óleo, melhorando a lubricidade do sistema e diminuindo o atrito e o desgaste, o que evita manutenções não programadas.

Além disso, a viscosidade influencia na geração de calor em alguns sistemas; determina o efeito selante de um óleo e consequentemente sua taxa de consumo; e também define a facilidade com a qual máquinas iniciarão o trabalho em condições de baixa temperatura.

A viscosidade pode ser determinada medindo a força requerida para superar a fricção do fluido em um filme de dimensões conhecidas. Quando obtida dessa maneira, é chamada de viscosidade dinâmica ou absoluta, a qual é geralmente reportada com a unidade Poise (P).

Já a viscosidade cinemática pode ser obtida com a divisão do valor da viscosidade dinâmica do fluido pela sua densidade, quando medidos na mesma temperatura. A unidade mais utilizada para essa propriedade é centistokes(cSt).

A viscosidade cinemática pode ser obtida com o auxílio de viscosímetros capilares de vidro calibrados, medindo o tempo necessário para que um volume específico do fluido submetido a força da gravidade escoe através do capilar. Uma das metodologias de referência mais reconhecidas para essa análise é a ASTM D445.

A medição da viscosidade Saybolt também é feita com o auxílio de um viscosímetro, o qual possui seção cilíndrica e um orifício ao fundo. A viscosidade é obtida cronometrando o tempo em que 60ml do fluido demora para escoar para outro recipiente. O método que descreve essa análise é a ASTM D88 – 07 e o resultado é reportado com a unidade Segundo Universal Saybolt (SSU).

Índice de viscosidade

O índice de viscosidade (IV) é a propriedade de um fluido que quantifica a relação da viscosidade com a temperatura. Um baixo IV indica uma maior diferença nessa relação, enquanto um alto IV indica uma mudança relativamente pequena, o que é importante para que a lubricidade dos equipamentos não seja afetada em diferentes temperaturas.

O IV de óleos minerais produzidos através da rota convencional de refino varia dependendo da base do mesmo, podendo ser abaixo de 0 e até pouco acima de 100. Óleos minerais hidrotratados e alguns óleos sintéticos podem ter um IV acima de 120. O IV é considerado muito baixo quando é menor que 0, baixo entre 0 e 40, médio entre 40 e 80, alto entre 80 e 120 e muito alto acima de 120.

O IV é calculado baseado em uma escala empírica criada por Dean e Davis, a qual conta com padrões com duas séries de óleos: uma arbitrariamente considerada como IV igual a 100 e outra designada como IV igual a 0.

Para que o IV de um óleo seja calculado, é necessário que sejam analisadas as viscosidades a 40°C e a 100°C do mesmo. Então, o cálculo é feito a partir de sua viscosidade a 40°C e das viscosidades a 40°C dos padrões, tendo uma viscosidade a 100°C igual à do óleo cujo IV se busca determinar, conforme fórmula abaixo:

Onde:

L = viscosidade a 40°C de um óleo do padrão de IV = 0, tendo a mesma viscosidade a 100°C do óleo em estudo;
H = viscosidade a 40°C de um óleo do padrão de IV =100, tendo a mesma viscosidade a 100°C do óleo em estudo;
U = viscosidade a 40°C do óleo em estudo.

No método ASTM D2270 é possível consultar as tabelas para determinação do IV de Dean e Davis tendo como base a viscosidade cinemática ou a viscosidade Saybolt a 40°C e a 100°C.

Modificadores de índice de viscosidade

Os modificadores de índice de viscosidade são polímeros de cadeia longa e alto peso molecular, que funcionam proporcionando um aumento da viscosidade relativa de um óleo maior a altas temperaturas do que a baixas temperaturas. Isso geralmente acontece devido a forma com que o polímero altera sua configuração física com o aumento da temperatura da mistura.

Foi observado que a molécula do polímero assume uma forma contraída a baixas temperaturas, pois o poder solvente do óleo é menor, fazendo com que as moléculas do polímero se atraiam mutualmente.

Já a altas temperaturas o poder solvente do óleo aumenta, fazendo com que as moléculas do polímero se desenrolem e aumentem de volume. A interação do óleo com essas longas moléculas causa um aumento da viscosidade da mistura.

Os principais compostos utilizados como modificadores de índice de viscosidade são:

        • Poliisobuteno (PIB);
        • Polimetacrilatos;
        • Copolímeros de vinil-acetato;
        • Copolímeros de olefinas – etileno-propileno, estireno-butadieno, etc;
        • Poliacrilatos;
        • Poliestirenos alcoilados

Todos esses polímeros possuem estrutura linear e a escolha de qual usar dependerá da aplicação final do lubrificante acabado.

Clique na imagem abaixo e leia o restante do artigo na revista digital “LUBES EM FOCO – edição 83” :