O Poder da mulher no mercado de óleos e graxas

546

O Poder da mulherO Poder da mulher

Qual a fórmula para se conseguir aliar firmeza e objetividade no gerenciamento de equipes em empresas de grande porte, com leveza e simpatia nas relações interpessoais, e ainda saber lidar com as atribuições familiares? Elas encontraram essa fórmula, lutando contra o preconceito, principalmente no início de suas carreiras, precisando se desdobrar na organização de suas vidas particulares, com as viagens impostas pelo trabalho, e investir em capacitação técnica como suporte na carreira. Podem até usufruir hoje de uma maior abertura do mercado para o papel da mulher nas empresas, mas a caminhada até lá trouxe um aprendizado importante e um grande estímulo para toda a força feminina que já se mostra importante nesse mercado. São mulheres que, sem necessitar forçar a natureza ou mesmo criar um estereótipo de proteção, galgaram suas posições, passo a passo, tendo como suporte uma capacidade técnica invejável e um conjunto de valores que sustentam suas carreiras vencedoras.

Três executivas do segmento de óleos e graxas lubrificantes no Brasil que, reconhecidas pela competência, estabelecem as diretrizes tecnológicas, operacionais e comerciais de grandes empresas, servem de exemplo para inúmeras mulheres, em um mercado tradicionalmente gerido por homens, e com aspectos bastante conservadores em suas dinâmicas funcionais. E fazem isso até com certa naturalidade.

Luciane Marçon, Simone Hashizume e Roberta Teixeira são os nossos exemplos atuais da força da mulher em cargos executivos no mercado brasileiro de óleos e graxas lubrificantes. Uma força que estende sua abrangência desde uma empresa totalmente brasileira a outra japonesa, passando por uma gigante, criada pela fusão entre uma brasileira e uma americana, mostrando, dessa forma, que elas ultrapassam questões culturais no desenvolvimento de suas carreiras, confirmando a universalização da atuação feminina em cargos de direção nesse segmento.

A Química está presente na formação profissional dessas três executivas, uma bacharel e duas engenheiras, que têm como semelhança o fato de terem galgado diversos níveis de responsabilidades dentro de suas empresas.

Vamos conhecer agora um pouco mais essas mulheres executivas, que já conquistaram o respeito e a admiração do mercado e a consolidação de suas lideranças.

Simone Kanzaki Hashizume ocupa o cargo de Gerente Sênior de Desenvolvimento de Negócios e Marketing e Head de Vendas e Marketing da multinacional japonesa JX Nippon Oil & Energy do Brasil. Responde diretamente ao diretor-presidente da empresa no país e tem hoje sob sua responsabilidade as áreas comercial, de ligação com montadoras e supply-chain para toda a América do Sul, e também do relacionamento com órgãos do governo e entidades de classe. Além disso, ainda encontra tempo para atuar como Diretora de Lubrificantes da Associação Brasileira de Engenharia Automotiva (AEA). Teve uma longa passagem pela empresa Promax (Bardahl), em que percorreu quase todas as áreas da empresa.

Ela mesma define três premissas básicas para o crescimento de sua carreira, que serve de orientação para todos os profissionais, independentemente de gênero: trabalho, estudo e comprometimento, tudo isso regado a uma grande dose de esforço e dedicação. O desafio de conciliar muitas viagens de trabalho com a vida familiar foi um ponto importante em sua vida. “As viagens sempre fizeram parte da minha vida profissional e, conforme aumentavam as responsabilidades profissionais, mais aumentavam as viagens. Apesar da distância, da saudade, aprendi que não importa a quantidade de horas que você passa com a sua família e sim a qualidade desse tempo. Essa “boa qualidade” nos trouxe vínculos fortes, parceria e respeito. Além disso, sempre foi importante o apoio que recebi do meu marido”, lembrou Simone.

Leia o restante do artigo na revista LUBES EM FOCO – edição 78, apresentada abaixo: