Grupo SK quer vender subsidiária SK Lubricants

106

sk lubricantsO conglomerado sul-coreano SK Innovation anunciou na semana passada que contratou o Citigroup Global Markets para ajudá-lo a explorar a possibilidade de vender a subsidiária SK Lubricants, o maior produtor mundial de óleos básicos do Grupo API III.

A lucratividade da SK Innovation despencou este ano, e a empresa está em busca de dinheiro para expandir seu novo negócio de fabricação de baterias para veículos elétricos.

A empresa disse à Reuters que está nos estágios iniciais de explorar suas opções e não decidiu quanto da participação na SK Lubricants pode oferecer. Os investidores coreanos relataram que a empresa procurará manter o controle da empresa de óleos básicos, mas consideraria vender todo o negócio pelo preço certo.

Venda da SK Lubricants já foi tentada antes

A SK Innovation tentou três vezes nos últimos sete anos levantar dinheiro por meio de ofertas públicas de ações da SK Lubricants, mas recuou todas as vezes, após decidir que o mercado estava subestimando o negócio. O relatório de 13 de agosto da Korean Investors disse que a ExxonMobil mostrou interesse em comprar a empresa no ano passado.

Junto com o refino e a rival de óleos básicos S-Oil, a SK Lubricants tem sido uma das queridinhas do mundo dos negócios da Coreia do Sul, mas sua lucratividade diminuiu nos últimos anos, de 493 bilhões de won (US $ 414 milhões) em 2017 para 294 bilhões de won no ano passado.

A SK Lubricants é de longe o maior fornecedor do Grupo III do mundo, com produção na Coréia do Sul, Indonésia e Europa. Nos últimos anos, a empresa explorou a possibilidade de estabelecer produção na América do Norte. A empresa também produz e comercializa lubrificantes acabados.