Unidade de aditivos RheinChemie da Lanxess tem expansão

153

A empresa de especialidades químicas LANXESS expande suas capacidade para a produção de aditivos portadores de enxofre de cor clara em suas instalações em Mannheim, Alemanha e Kallo, na Bélgica. Para a unidade de negócios Rhein Chemie Additives (ADD), este passo reforça a sua já forte posição no segmento dos aditivos para lubrificantes industriais altamente especializados.

Os aditivos portadores de enxofre de cor clara são usados na formulação de fluidos de usinagem de alta performance e óleos de transmissão que garantam uma boa lubrificação entre as superfícies metálicas a pressões muito altas.

“Nossas elevadas capacidades para portadores de enxofre de cor clara nos tornam um dos três maiores fornecedores globais. E nós queremos ser líderes no futuro”, disse Martin Sawe, chefe da linha de negócios de aditivos para lubrificantes da unidade de negócios ADD da LANXESS. “Expandimos agora a capacidade de nossa fábrica de produção de portadores de enxofre de cor clara em nossas instalações em Mannheim, em cerca de 20%”, explicou Sawe. O investimento foi concluído no final de 2015 e totalizou 1,5 milhões de Euros (US$1,68 milhões).

Enquanto a capacidade de produção em Kallo foi aumentada em uma quantidade razoável, por meio de otimização de processos, a fábrica de Mannheim foi intencionalmente projetada para expansão futura. “Isso significa que está preparada para eventuais aumentos necessários”, lembrou Sawe.

A LANXESS tem mais de 50 anos de experiência na fabricação desse tipo de aditivo, e esta expansão de capacidade foi sua resposta à crescente demanda por esses produtos em todo o mundo. “Modernizadas continuamente, as plantas da LANXESS têm provado o seu elevado nível de segurança ao longo de décadas. Esta trajetória é de importância crítica para esses produtos, cuja síntese é muito exigente, em termos de segurança. Esta é também a razão pela qual não vemos grandes dificuldades que aparecerão em nosso caminho, devido ao próximo aperto da Emissions Control Act da Alemanha, com a palavra-chave sendo, a Diretiva Seveso-III ‘, No. 2012/18 / UE. E para os nossos clientes, isso se traduz em confiabilidade de abastecimento ainda maior “, completou Sawe.

 

Fonte: M + L Ásia