A Eaton Corp. apresentou, em uma conferência em Las Vegas, duas novas especificações de fluido sintético para suas transmissões de serviços médio e pesado. São elas: a PS-386, que substitui a PS-164rev7, existente há mais de dez anos, e a PS-278, especialmente formulada para embreagens duplas úmidas (wet dual-clutch), e que não poderá ser utilizada em outro tipo de transmissão.

A empresa explicou que as novas especificações apresentam novos rótulos e novos nomes para ajudar os clientes a identificar e utilizar o lubrificante adequado, para assegurar o melhor desempenho possível das transmissões Eaton de serviços médio e pesados e de outros componentes para veículos comerciais.

A Eaton introduziu esses dois fluidos de transmissão em junho de 2015: um para o modelo mais novo de transmissões manuais e automáticas de serviço pesado, e outro para transmissões Procision de serviço médio. Ao mesmo tempo, toda a linha de lubrificantes foi renomeada com a marca Eaton.

“A lubrificação desempenha um papel vital para manter caminhões na estrada”, disse Donna Mosher, uma especialista em engenharia da Eaton Vehicle Group. “Então, nós levantamos o limite para atender e superar as exigências dos clientes, em termos de eficiência de combustível, intervalos de troca prolongados e melhor desempenho.”

Substituindo a especificação PS-164rev7, de uma década de idade, o novo óleo Eaton PS-386, é compatível com versões anteriores e obrigatório para as transmissões Eaton Fuller Advantage Series (FAS), que são modelos de alto torque, com todas as unidades automatizadas e com planos de proteção estendidos.

Eaton projetou a especificação PS-386 porque a indústria automotiva exigiu melhorias na economia de combustível e desempenho suave. Os testes iniciais demonstraram melhorias da economia de combustível de 1,5% sobre as transmissões da série non-Fuller Advantage. “Esse ganho veio da redução das perdas pelas batidas das engrenagens, melhorando o desempenho a baixa temperatura”, disse Mosher. Os óleos PS-164rev7 devem ser eliminados até o final de 2016, e a Eaton diz que é aceitável misturar os antigos com os novos lubrificantes no mesmo período.

A nova especificação Eaton PS-278 foi especialmente formulada para o projeto de dupla embreagem úmida das transmissões Procision e não deve ser utilizada em outras transmissões Eaton, aconselha a empresa. Uma vez que as transmissões Procision usam uma embreagem úmida, foi necessário conceber um fluido que pudesse funcionar tanto na transmissão como na embreagem. PS-278 é uma nova especificação e, ao contrário da PS-386, não está substituindo uma mais antiga, explicou Mosher.

Para aliviar o que Mosher descreve como confusão generalizada em torno do uso de fluidos aprovados, foi criado um novo sistema de rotulagem colorido, com uma faixa amarelo-ouro, identificando todos os lubrificantes PS-386, e uma verde-claro para identificar os recipientes dos PS-278. A Eaton também está disponibilizando uma faixa verde-claro para as transmissões Procision.

“Muitas vezes há confusão sobre qual o lubrificante certo para uma determinada transmissão”, acrescentou Mosher. “Simplificamos o processo, tanto em qualquer compra de lubrificantes da marca Eaton, como na procura pelo novo logotipo de aprovação Eaton, na embalagem. Tomando um destes passos, o risco de ter o lubrificante impróprio para sua transmissão será reduzido”.

O portfólio de produtos lubrificantes da marca Eaton agora inclui dois fluidos para eixos (FE 75W-90 e 80W-140), uma graxa multiuso e os dois fluidos de transmissão.

SOURCEFuels and Lubes