Gogoro anuncia primeira bateria de estado sólido intercambiável

Modelo ainda é protótipo, mas oferece maior densidade energética e menor risco de incêndios

1375


bateria de estado sólido intercambiável

Bateria de estado sólido intercambiável

A Gogoro anunciou o lançamento das primeiras baterias intercambiáveis de estado sólido. O novo modelo, desenvolvido em parceria com a ProLogium Technology, promete aumentar a capacidade de armazenamento das baterias da empresa de 1,7 kWh para 2,5 kWh, ou seja, um salto de 40%. Por enquanto, o item ainda é um protótipo, sem previsão de aplicação comercial.

Baterias de estado sólido são uma das tecnologias mais cobiçadas da próxima fase da mobilidade elétrica. Elas usam um eletrólito sólido em vez de uma solução eletrolítica líquida para regular o fluxo da corrente. Por causa disso, conseguem armazenar uma densidade energética bem maior.

No caso da Gogoro, a bateria desenvolvida é chamada de LCB (sigla para Lithium Ceramic Battery). Ela possui uma fina camada de cerâmica que impede que os dendritos perfurem o plástico separador, diminuindo drasticamente a chance de um incêndio. Por causa disso, as LCB também conseguem ser carregadas mais rapidamente, de acordo com a ProLogium.

O único problema das baterias de estado sólido é que a tecnologia é cara demais para uso em escala industrial. Talvez seja por isso que a Gogoro tenha anunciado a LCB apenas como um protótipo por enquanto.

“A Gogoro está revelando a primeira bateria de estado sólido do mundo para veículos de duas rodas com bateria intercambiável porque é imperativo quie a gente se aproveite das mais recentes inovações”, afirmou o CEO Horace Luke em comunicado. “As baterias de estado sólido representam uma nova fase no futuro dos veículos elétricos e nós estamos ansiosos para evoluir esse protótipo em uma oferta comercial no futuro”, disse Vincent Yang, CEO da ProLogium.

Uma das startups mais populares de Taiwan, a Gogoro ficou famosa por seu modelo de negócios em que ela fabrica tanto as scooters elétricas como as baterias portáteis e intercambiáveis que as alimentam. Os usuários podem recarregar as baterias em casa ou então trocá-las nas mais de 2 mil estações da Gogoro, as quais estão espalhadas pelas ruas do país. Basta o usuário estacionar, retirar a bateria vazia, colocá-la dentro do compartimento adequado, retirar a substituta e encaixá-la no veículo. O processo todo leva apenas alguns segundos. Para usufruir desse serviço, o usuário paga uma assinatura mensal.

Recentemente, o jornal Taipei Times estimou que o número de estações de recarga deve ultrapassar o de postos de gasolina em Taiwan já em 2022.