Desempeho dos filtros de óleo lubrificante

Sugestões para melhorar o desempenho

186

Filtros de óleo lubrificante

Filtros de óleo lubrificante

A principal função dos filtros para óleos lubrificantes é impedir que contaminantes tais como material particulado sólido, água, borra etc. possam causar avarias nas superfícies metálicas das peças móveis através de desgaste abrasivo, oxidação (ferrugem), cavitação ou película de óleo lubrificante com espessura insuficiente.


Sugestões simples para melhorar o desempenho

  1. Procurar utilizar filtros para óleo lubrificante de fluxo total que estejam de acordo com as especificações técnicas do OEM tais como: queda de pressão, vazão, pressão de abertura da válvula de by-pass, Razão Beta de filtração, Dimensão Média de Poros (mícron) e Eficiência de Captura.
  2. Efetuar as substituições dos elementos filtrantes ou dos filtros de óleo lubrificante de fluxo total ou seguindo os intervalos recomendados pelo OEM (até antes se o ambiente for muito poeirento ou úmido) ou por meio da leitura dos indicadores do diferencial de pressão.
  3. Monitorar através de análise do óleo lubrificante em uso o conteúdo de fuligem em óleos lubrificantes de motores de combustão interna Ciclo Diesel 4T e o Nível Geral de Limpeza em óleos lubrificantes utilizados em sistemas hidráulicos, turbinas a vapor/gás natural/hidráulicas, compressores de ar, sistemas de circulação etc.
  4. Instalar um sistema de filtração off-line com elemento filtrante de profundidade para controle do nível de fuligem em motores de combustão interna 4T (Ciclo Diesel/Ciclo Otto) e para melhoria do Nível Geral de Limpeza (material particulado sólido e borras) e teor de água (filtros com elementos filtrantes de celulose são muito eficientes na remoção de água) em sistemas hidráulicos, turbinas a vapor/gás natural/hidráulicas, compressores de ar, sistemas de circulação etc.
  5. Não aumente a Dimensão Média de Poros (mícron) do elemento filtrante com intuito de se aumentar a periodicidade de troca do filtro de óleo lubrificante. Caso os níveis de contaminação por material particulado sólido, borras e água estejam elevados e está sendo necessário substituir-se os filtros de óleo lubrificante com muita frequência, o ideal é adquirir-se e instalar-se filtros com maior área de filtração, porém, de mesma Razão Beta, Eficiência de Captura e Dimensão Média de Poros (mícron) recomendados pelo OEM com vistas a elevar-se a capacidade de retenção de água e sujidades e não haver obstrução precoce dos elementos filtrantes.
  6. Caso seja instalado um sistema de filtração off-line utilizando-se de elementos filtrantes de profundidade é de se esperar, inicialmente, uma menor vida útil do filtro de óleo lubrificante. Esta condição é prevista e temporária visto que o sistema de filtração off-line se utilizando de elemento filtrante de profundidade deverá, primeiramente, eliminar os contaminantes (material particulado sólido, água, borras etc.) que não podem ser retirados com os filtros de fluxo total que, geralmente, tem Dimensão Média de Poros (mícron) mais elevada.
  7. Ao se efetuar a substituição do óleo lubrificante é impreterível efetuar-se, também, a substituição do filtro de óleo lubrificante.
  8. Procure utilizar filtros dessecantes e de material particulado sólido nos respiradouros de sistemas hidráulicos, turbinas a vapor/gás natural/hidráulicas, compressores de ar, sistemas de circulação etc. com elemento filtrante de Dimensão Média de Poros (mícron) menor ou igual ao do elemento filtrante do filtro de fluxo total do sistema.
  9. Utilize, sempre, óleos lubrificantes com as viscosidades recomendadas pelos OEMs dos equipamentos móveis ou industriais.
  10. Se o sistema mecânico sofrer manutenção corretiva nunca reponha o óleo lubrificante sem que, antes, seja efetuada meticulosa filtração e desidratação. É imprescindível, também, que seja realizado flushing do sistema mecânico sem carga e a baixa pressão de operação com vistas a eliminar-se eventuais contaminantes.
  11. Procurar não utilizar filtros off-line com meio filtrante de profundidade tipo “adsorção”. Os meios filtrantes do tipo “adsorção” diferem dos tipo “absorção” visto conterem meios químicos ativos, como carvão ativado ou Terra Fuller, que podem reagir quimicamente com os aditivos do óleo lubrificante enquanto efetuam a retenção dos contaminantes (material particulado sólido, água, borras etc.).
  12. Não tornar o item “preço” o fator determinante nas compras dos filtros de óleo lubrificante.

Conclusão

Os filtros de óleo lubrificante são peças fundamentais em qualquer equipamento móvel e industrial e a sua correta seleção é determinante na vida útil desses equipamentos.

A decisão pela compra de filtros de óleo lubrificante, em muitas empresas, fica sob a total responsabilidade do staff do setor de compras. Partindo do princípio que não faz parte dos atributos dos compradores especificar tecnicamente qual a Razão Beta, Dimensão Média de Poros (mícron), Eficiência de Captura, Queda Diferencial de Pressão etc. de filtros de óleo lubrificante não podemos debitar-lhes, de forma alguma, qualquer responsabilidade se filtros não adequados forem adquiridos. Infelizmente, em muitas empresas, o staff de manutenção delega totalmente ao setor de compras a importantíssima responsabilidade de se especificar tecnicamente filtros de óleo lubrificante quando, em realidade, os compradores deveriam buscar preços competitivos com as especificações técnicas bastante bem definidas pelos técnicos do setor de manutenção.

Temos disponível no mercado brasileiro excelentes OEMs de filtros de óleo lubrificante que poderão especificar, com precisão e economia, qual o melhor sistema de filtração para equipamentos móveis e industriais possibilitando maior confiabilidade de operação e redução de custos de manutenção em equipamentos móveis e industriais.