ANP debate análise da qualidade de lubrificantes com laboratórios

207

Qualidade de lubrificantesQualidade de lubrificantes

Qualidade de lubrificantes – ANP promoveu ontem, dia 5 de fevereiro de 2020, no Centro de Pesquisas e Análises Tecnológicas (CPT), em Brasília, a reunião de encerramento da 4ª e da 5ª edições do Programa Interlaboratorial de Lubrificantes (PIL). No evento, aberto pelo diretor Aurélio Amaral, foram debatidos os resultados do programa e apontadas sugestões de melhorias.

Os programas interlaboratoriais (PIs) constituem-se em um conjunto de procedimentos técnicos para a determinação do desempenho de laboratórios que realizam ensaios ou calibrações. Os PIs fornecem subsídios aos laboratórios participantes, permitindo a identificação e a solução de problemas analíticos.

O Centro de Pesquisas e Análises Tecnológicas (CPT) da ANP organiza programas interlaboratoriais desde 2001, com a primeira edição do Programa Interlaboratorial de Combustíveis (PIC), realizado até hoje junto aos laboratórios contratados para execução do Programa de Monitoramento da Qualidade dos Combustíveis (PMQC).

A 4ª edição do PIL (março a julho de 2019) contou com 36 participantes e a 5ª edição (agosto a novembro de 2019), com 32, sendo a maioria laboratórios de empresas produtoras de lubrificantes.

Os resultados de um ensaio de proficiência além de fornecer informações para que os laboratórios aprimorem seus procedimentos de garantia da qualidade dos lubrificantes, permite à ANP obter informações sobre limites de tolerância que podem vir a ser incorporados ao Programa de Monitoramento de Lubrificantes (PML).

Recentemente, a ANP publicou a Resolução ANP nº 804/2019, que isenta de registro os óleos lubrificantes industriais e as graxas lubrificantes, o que diminuirá em quase 60 % o número de registros ativos na Agência. A nova regra atende ao objetivo estratégico da ANP de buscar a simplificação e a celeridade dos processos, incentivando a agilidade na tomada de decisão e a otimização na aplicação dos recursos.