Selic 2020 – Mercado passa a ver Selic a 4,25% em 2020

30

Selic 2020Selic 2020

SÃO PAULO (Reuters) – O mercado passou a ver a taxa básica de juros ainda mais baixa em 2020 (Selic 2020) e um cenário melhor para a atividade econômica, de acordo com a pesquisa Focus divulgada pelo Banco Central nesta segunda-feira.

A Selic deve terminar o próximo ano a 4,25% na visão dos economistas consultados, ante estimativa anterior de 4,50%. Para este ano, permanece a expectativa de que a taxa fique em 4,50%.

O BC reduziu em outubro a taxa Selic em 0,5 ponto percentual, a 5% ao ano, e indicou com clareza que deverá repetir a dose em sua próxima decisão, em meio a um quadro de fraqueza na economia e baixa inflação.

Opinião do Top-5

O Top-5, grupo dos que mais acertam as previsões, de médio prazo, entretanto, ainda vê espaço para mais afrouxamento, calculando a Selic a 4% em 2020 pela terceira semana seguida.

O levantamento semanal com uma centena de economistas mostra ainda melhora na perspectiva para a atividade do Brasil, com a projeção para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) em 2020 chegando a 2,17%, de 2,08% antes.

A conta foi impulsionada por uma alta na expectativa para a produção industrial, com expansão prevista de 2,30%, contra 2,16% anteriormente.

Para este ano permanece a estimativa de crescimento do PIB de 0,92%, com a indústria encolhendo 0,68%, contra recuo de 0,70% visto antes.

O Focus mostrou ainda que a alta do IPCA deve chegar a 3,33% este ano, 0,02 ponto percentual a mais do que na pesquisa anterior, com a expectativa para a alta do IPCA em 2020 permanecendo em 3,60%.

O centro da meta oficial de inflação de 2019 é de 4,25 por cento e, de 2020, de 4 por cento, ambos com margem de tolerância de 1,5 ponto percentual para mais ou menos.