Mercedes-Benz Actros é eleito caminhão do ano na Europa

Imprensa especializada escolhe o modelo no International Truck of the Year 2020

27
Actros
Mercedes-Benz Actros é eleito caminhão do ano na Europa
Uwe Baake, da Mercedes-Benz (dir.), recebe troféu pelo Actros escolhido como o caminhão do ano na Europa

Actros

O novo Actros da Mercedes-Benz foi eleito pela imprensa europeia como o caminhão do ano com a premiação International Truck of the Year 2020, que reúne um júri especialista na área formado por profissionais de 24 países. É a 5ª vez que o modelo recebe o título desde a sua primeira geração, em 1997.

Os votos são feitos com base em avanços tecnológicos inovadores. Pelas regras, o título é direcionado ao caminhão que trouxe mais contribuições e que se destacou em inovações quanto à economia, emissões, segurança, dirigibilidade e conforto. A premiação ocorreu durante a Solutrans 2019, salão internacional de soluções em transporte rodoviário e urbano realizado este mês em Lyon, na França. O troféu foi recebido por Uwe Baake, chefe mundial de desenvolvimento da Mercedes-Benz Trucks.

O novo Actros é cheio de tecnologia embarcada nas áreas de segurança, eficiência e conforto. Sua grande novidade fica por conta do painel digital MirrorCam, que substitui os espelhos retrovisores externos, além do pacote de segurança ativa ABA 5, com frenagem automática de emergência (capaz de identificar pedestres), controle eletrônico de estabilidade (ESP) e sensor de fadiga.

A nova geração do Actros chega ao mercado brasileiro no início de 2020 como o primeiro caminhão digital do País. Fabricado na planta de São Bernardo do Campo (SP), também é um projeto desenvolvido pela equipe brasileira de engenheiros da Mercedes.

“Estamos muito orgulhosos e felizes com o fato de que o júri do ‘Caminhão do Ano’ tenha reconhecido os nossos esforços de anos. Agradeço em nome da empresa e da equipe inteira. Isso realmente nos incentiva a continuar dando tudo de nós e a atingir os mais altos padrões de desenvolvimento para nossos caminhões, especialmente quando se trata dos tópicos orientados ao futuro da eletromobilidade, direção autônoma e digitalização em nosso setor”, declarou Uwe Baake.