IHS Markit reduz projeção do mercado brasileiro em 2019

Consultoria também prevê novo tombo na Argentina em 2020

72

Projeção do mercadoProjeção do mercado

Em seu acompanhamento publicado mensalmente por Automotive Business, em setembro a IHS Markit reduziu a projeção de vendas de veículos leves no Brasil em 2019. Com base na análise do comportamento do mercado nos últimos meses, a consultoria agora estima que este ano terminará com 2,66 milhões de unidades vendidas, número ligeiramente inferior aos 2,72 milhões previstos em agosto. O mesmo ocorre com a expectativa para 2020, que desceu de 2,86 milhões para 2,77 milhões.


– Faça aqui o download das projeções da IHS Markit


 

O índice SAAR (Seasonally Adjusted Annual Rate) da IHS Markit, que calcula o volume anualizado de vendas de veículos leves no Brasil com base no resultado dessazonalizado mensal, em agosto ficou no mesmo nível de julho, apontando para 2,59 milhões de unidades vendidas em 2019.

A consultoria também revisou para baixo sua projeção de produção de veículos leves no Brasil, estimando 2,88 milhões (contra 2,95 milhões no mês passado) em 2019 e 2,95 milhões em 2020 (antes a estimativa era de 3 milhões).

Argentina

Para a Argentina foi mantida a projeção de 451,6 mil veículos leves vendidos este ano, mas a IHS Markit trocou o sinal da projeção para 2020, estimando agora novo tombo de 10%, para 405,5 mil unidades – a previsão anterior era de ligeira expansão do mercado, para 455 mil veículos.

A produção argentina de veículos leves também deve ser menor, segundo calcula a consultoria, fechando 2019 com 348 mil unidades fabricadas (a projeção anterior da IHS era de 362,4 mil). Para 2020 a estimativa desceu de 457,3 mil para 421,8 mil.