Amazonas Energia assina acordo de R$1,45 bi com BR para quitação antecipada de dívida

70

Amazonas EnergiaAmazonas Energia

RIO DE JANEIRO (Reuters) – A Amazonas Energia assinou acordo com a BR Distribuidora (BRDT3.SA) para a quitação antecipada de dívida junto à companhia de combustíveis, mediante o pagamento de parcela única de 1,45 bilhão de reais, informou a distribuidora em fato relevante ao mercado na noite de quarta-feira.

A dívida, que estava inscrita no Instrumento de Confissão de Dívida (ICD), assinado em 30 de abril de 2018, previa ainda 20 parcelas mensais e possuía garantia fidejussória da Eletrobras (ELET6.SA) até outubro de 2019, quando os novos sócios da Amazonas Energia deveriam substituí-la por outras garantias, segundo a distribuidora.

“O valor da parcela única representa um deságio de 6% em relação ao saldo atualizado previsto para o dia 27 de setembro de 2019, data esperada para a conclusão da operação, que está sujeita a condições precedentes típicas de acordos desta natureza”, afirmou a BR no fato relevante.

A BR destacou que a dívida remanescente da Amazonas Energia encontra-se atualmente integralmente provisionada. Dessa forma, o novo acordo “deverá impactar positivamente o resultado do terceiro trimestre de 2019, se efetivado o prazo previsto para a operação”.

“Este acordo é um importante passo na gestão dos recebíveis da BR e os recursos resultantes desta operação irão complementar a gestão do caixa para fazer frente às diferentes necessidades operacionais e de financiamento da Companhia na implementação de sua agenda de valor”, disse a BR.

A privatização da Amazonas Energia, que pertencia à Eletrobras, ocorreu em dezembro, quando um consórcio entre a Oliveira Energia e a distribuidora de combustíveis Atem venceu o leilão da companhia apresentando uma única oferta pela empresa de distribuição de energia. A conclusão do negócio ocorreu em abril.