ANP sedia reunião técnica entre Brasil e EUA sobre energia

46

U.S. - Brazil Energy ForumU.S. – Brazil Energy Forum

A ANP sediou hoje, em seu Escritório Central, no Rio de Janeiro, uma reunião técnica preparatória para o U.S. – Brazil Energy Forum, fórum que reunirá representantes dos governos do Brasil e EUA para uma cooperação nos setores de óleo e gás, energia elétrica e energia nuclear.

Momento único para a indústria

Na abertura do encontro, o diretor-geral da ANP, Décio Oddone, destacou que o lançamento do fórum vem em um momento único para a indústria. “Estamos diante de dois grandes desafios, um em nível global, que é a transição para uma economia de baixo carbono, e outro em nível nacional, que é a abertura do setor, tanto no upstream, com a participação de outras empresas no pré-sal e a venda, pela Petrobras, de campos maduros, quanto no segmento de gás natural e no abastecimento. É a primeira vez que vivemos uma transformação tão grande no nosso setor”, afirmou.

Rodadas de licitações

Oddone lembrou ainda o sucesso das rodadas de licitações da ANP de 2017 e 2018. “Nesse período, houve 3 mil blocos exploratórios licitados no mundo e 75% de todo o bônus de assinatura arrecadado foi pago no Brasil. Mas não é suficiente. Queremos mais atividades no restante do upstream, com a retomada de operações em campos maduros, a Oferta Permanente de áreas e a melhoria no processo de licenciamento ambiental. No setor de gás, estamos preparando novas medidas para tornar o mercado mais dinâmico e competitivo. E, no abastecimento, estamos estudando como fazer a regulação mais atrativa a todo o segmento”.

No encontro de hoje, estiveram presentes representantes da ANP, Ministério de Minas e Energia (MME), Empresa de Pesquisa Energética (EPE), Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Eletronuclear e Petrobras, além da delegação dos EUA.