Veículo pesado é sinônimo de estruturas reforçadas?

Massa elevada pode ter relação com tipo de material, versão e até nível de acabamento

203
Veículo pesado
O Kwid brasileiro é mais pesado e equipado que o modelo indiano (Divulgação/Renault)

Veículo pesado

Um veículo pesado é indicação de que foram utilizadas estruturas reforçadas no modelo?– Leomar Rodrigues, por e-mail

Não necessariamente. Um carro pesado pode ser um indicativo do uso de materiais menos nobres (como aço em vez de alumínio), mais equipamentos de série ou a adoção de tecnologias mais antigas.

O câmbio manual do novo Ford Ka, por exemplo, é cerca de 3 kg mais leve que a transmissão usada no modelo anterior.

Mas o uso de mais reforços estruturais também impacta diretamente no peso do veículo.

No caso do Renault Kwid, as melhorias do modelo brasileiro deixaram o hatch 100 kg mais pesado do que sua versão indiana.
Kwid brasileiro
O uso de metais de alta e ultra alta resistência (em vermelho e roxo) podem aumentar o peso da carroceria (Divulgação/Volkswagen)

Quantidade de equipamentos

A quantidade de equipamentos e até do tipo de acabamento também pode influenciar no peso do veículo.

A Honda, por exemplo, colocou mais isolamento acústico nas versões EX e EXL do novo HR-V, impactando diretamente na massa do SUV.

Já o peso do novo Polo 1.6 com câmbio automático é 50 kg a mais do que o mesmo modelo, mas com caixa manual.