ANP interdita no Rio posto que usava dispositivo para alterar volume de combustível vendido

181

fiscalização de postos

Fiscalização de postos

A ANP fiscalizou, na semana de 13 a 17/2, 122 postos de combustíveis em 23 bairros do município do Rio de Janeiro. Foram feitas nove interdições, sendo seis em bicos abastecedores por “bomba baixa” (que fornece volume inferior ao registrado), outras duas interdições de bicos, por venda de etanol hidratado fora das especificações da Agência, e uma interdição total de um posto, localizado em Sulacap/Jacarepaguá, Zona Oeste, onde a ANP e o Ipem verificaram a utilização de dispositivo eletrônico para alteração de volume dos combustíveis quando adquiridos pelo consumidor.

Participaram da operação 23 agentes de fiscalização da ANP, divididos em 10 equipes que percorrem os bairros do Andaraí, Barra da Tijuca, Bonsucesso, Botafogo, Catete, Centro, Copacabana, Engenho de Dentro, Flamengo, Gávea, Glória, Grajaú, Jacarepaguá, Jardim Botânico, Lagoa, Leblon, Maracanã, Olaria, Penha, Ramos, São Cristóvão, Tijuca e Urca.

Ações de fiscalização de postos

anp10A ANP tem intensificado suas ações de fiscalização de postos, planejando-as cada vez mais a partir de vetores de inteligência, com destaque para denúncias recebidas pelo Centro de Relações com o Consumidor (CRC) e dos resultados obtidos pelo Programa de Monitoramento da Qualidade dos Combustíveis (PMQC), além de informações repassadas por outros órgãos públicos e pela área de inteligência a ANP.

Denúncias sobre irregularidades no mercado de combustíveis podem ser feitas pelo telefone 0800 970 0267 ou pela página www.anp.gov.br/faleconosco.