5 dicas para você reduzir os custos das compras

Os custos das compras podem representar um percentual significativo na sua empresa. Confira 5 dicas para você reduzir os custos das compras.

106

Custos das compras

custos-01Os custos das compras podem representar um percentual significativo na sua empresa. Confira 5 dicas para você reduzir os custos das compras.

Se uma pesquisa for feita entre os donos de empresas a respeito dos custos das compras, uma resposta é certa: todos vão dizer que querem reduzi-los. O objetivo de qualquer gestor ou empreendedor é sempre esse, ou seja, comprar o máximo gastando o mínimo possível.

Mas será que isso é viável? Sim. É claro que isso exige que algumas etapas sejam seguidas e que você se atente a alguns elementos que fazem a diferença no resultado final.

Esse esforço vale a pena. Afinal de contas, o setor de compras pode representar 50% ou mais dos custos totais, segundo a Câmara Americana de Comércio Brasil- Estados Unidos (Amcham).

Para que você tenha acesso a esse conhecimento, criamos este post, que vai revelar a você os 5 passos para reduzir o valor das compras que você faz para a sua empresa.

1. Aposte na economia de escala

Sabe aquela ideia que quanto mais você compra, maior é o desconto que consegue? Em palavras simples, esse é o conceito de economia de escala. A redução nos custos pode ocorrer devido a diversos fatores, mas dois dos principais são a lealdade do comprador e o tamanho do pedido.

Essas duas razões estão relacionadas. O comprador leal tende a fazer aquisições em maior quantidade e esse investimento é interessante para os fornecedores. Por isso eles tendem a oferecer vantagens de custos mais baixos para aqueles que fazem negócios frequentemente.

2. Escolha fornecedores de alta qualidade

custos-02Ao fazer a seleção por fornecedores, vale a pena escolher aqueles que têm mais qualidade. Isso garante que os produtos e serviços comprados cumpram com os requisitos esperados.

Outro ponto positivo é que esses fornecedores qualificados tendem a proteger seus compradores de problemas logísticos causados por métodos de transporte que não são confiáveis.

Para garantir que os fornecedores continuem tendo alta qualidade, você deve investir em ferramentas de avaliação de desempenho, lembrando sempre de manter atualizada a sua lista de provedores.

3. Defina metas inteligentes para os custos das compras

O que seria uma meta inteligente? É aquela que possui as seguintes características: é específica, mensurável, passível de ser atingida, relevante e/ou realística e oportuna. Esse tipo de objetivo é uma forma de alinhar as expectativas de custo à realidade.

Por exemplo: você pode definir a compra do produto X, com peso Y e tamanho Z na quantidade mínima de 200 unidades. Essa meta é baseada em um pedido anterior realizado no mesmo período do ano com uma situação de mercado compatível.

É importante se atentar a todos esses detalhes e especificação da compra. Ela deve ser documentada e preferencialmente organizada em uma base de dados.

4. Incentive sua equipe

Sempre retribua os colaboradores que cumprem ou superam as expectativas da sua empresa. Apesar de todo mundo ter alguma atividade ou área na qual precisa desenvolver suas habilidades, a retribuição é uma forma de estimular o indivíduo e de fazê-lo ter uma performance melhor.

Com essa atitude, você terá resultados melhores e um poder de negociação mais alto para os itens que estão sendo adquiridos.

5. Aceite as novas tecnologias

custos-03A tecnologia ajuda em muitos setores das organizações – e a redução de custo é um deles. Aposte em softwares e sistemas de ponta, que vão diminuir consideravelmente o tempo e o dinheiro gasto na realização de atividades corriqueiras.

Isso também tende a melhorar a comunicação interna, o que facilita a troca e o compartilhamento de demandas e conhecimentos entre os mais diferentes departamentos.

Mas cuidado! Você deve usar um sistema que trabalha a seu favor, e não contra você. A decisão, portanto, requer muita discussão e reflexão, já que alguns softwares exigem uma mudança de cultura organizacional.

Por exemplo: um ERP (Enterprise Resource Planning, ou planejamento de recursos da empresa) é ótimo para unir os dados das mais diversas áreas. Ele traz todas as informações em um só lugar e isso ajuda muito o gestor na hora de tomar decisões.

Mas ele não irá trazer benefícios se os seus colaboradores não atuarem da forma correta. Portanto, antes de adotar o ERP, é importante envolver todos os trabalhadores e mostrar como isso é importante e qual o papel e a importância deles no processo.

Praticando essas dicas, você vai ter mais sucesso no processo de redução dos custos das compras.

Vemos-nos no próximo artigo.

Abraços.