Ipiranga e Chevron se associam para a liderança em lubrificantes.

578

A Ipiranga, empresa controlada pelo grupo Ultra, anuncia nesta quinta feira, 4 de agosto de 2016, a criação de uma empresa para produção e comercialização de lubrificantes em parceria com a Chevron Lubrificantes do Brasil, detentora da marca Texaco.

A nova empresa atuará na comercialização de lubrificantes, aditivos, graxas e coolants das marcas Ipiranga e Chevron. A Ipiranga terá 56% de participação na companhia, enquanto que a Chevron terá 44%.

Assumindo a liderança

De acordo com os números da revista especializada Lubes em Foco, a Ipiranga tem ocupado tradicionalmente a segunda posição no mercado brasileiro de lubrificantes, chegando este ano a uma participação de cerca de 15%, ficando a liderança com BR distribuidora com aproximadamente 23,4%.Imagem1

A associação da Ipiranga com a Chevron Lubrificantes, que possui em torno de 9% do mercado, levará a nova companhia a ultrapassar a primeira colocada, assumindo a liderança com 24% de participação.

A participação no mercado de graxas será maior ainda, já que tanto a Chevron como a Ipiranga disputavam a liderança com a BR, e a associação das duas deverá representar uma vantagem considerável, em torno do dobro do volume da BR, que disputará com a Petronas a terceira colocação.

O mercado brasileiro total, estimado pela Lubes em Foco, fechou o ano de 2015 com um volume em torno de 1,37 milhão de metros cúbicos de óleos e 48,2 toneladas de graxas, porém, ainda segundo a revista, opera este ano com uma forte queda, de quase 9%, com possibilidades de alguma recuperação no segundo semestre, acompanhando o desenvolvimento da indústria.

A espera do CADE

A conclusão do negócio está sujeita à aprovação do CADE (Conselho Administrativo de Defesa Econômica), que analisará as questões de defesa da concorrência.

Portanto, as companhias manterão suas operações totalmente separadas e seguirão atuando como concorrentes efetivas até que ocorra o posicionamento do CADE.