Laboratório de Lubrificantes: Novos Desafios

303

O mercado de lubrificantes é direcionado pelas demandas tecnológicas de OEMs, pelos níveis mínimos de desempenho definido pelos órgãos regulamentadores, bem como pela severidade da aplicação (tipo de combustível, condições das estradas, etc). Neste sentido, a indústria de lubrificantes deve estar cada vez mais atenta à velocidade de surgimento dessas demandas, bem como à maior oferta de óleos básicos de diferentes grupos e tecnologias de aditivos. Para suportar todos estes desafios, um laboratório de lubrificantes com pessoal de alta capacitação e equipamentos de ponta, passa a ser um diferencial nesta indústria.

Há pouco tempo atrás, tinha-se um laboratório de lubrificantes “convencional”, onde a principal atividade era a realização de análises de controle da qualidade garantindo o atendimento às especificações. Com um cenário completamente novo e cada vez mais competitivo, entende-se que áreas como P&D de produtos e assistência técnica ao cliente são fundamentais para se manter neste mercado.

O acompanhamento do ciclo do lubrificante, ou seja, desde a sua matéria – prima até a sua aplicação, promove a identificação de deficiências e/ou melhorias de produtos e processos e, portanto a tomada de ações.

Leia o artigo completo na revista abaixo