Scania testa resistência das baterias de seu caminhão elétrico [vídeo]

172

Caminhão elétrico ScaniaCaminhão elétrico Scania

A Scania divulgou, nesta segunda-feira (23), o vídeo do teste de colisão do seu primeiro caminhão 100% elétrico, lançado em setembro. O objetivo era verificar a segurança das baterias, capazes de entregar até 250 km de autonomia, com apenas uma carga.

Na batida controlada, realizada em local fechado, o caminhão elétrico da montadora sueca é atingido por um VW Golf na lateral. O impacto ocorre bem no local onde são instaladas as baterias do modelo maior, possibilitando à fabricante verificar a capacidade de resistência do componente responsável por alimentar o motor movido a eletricidade.

Segundo a Scania, o crash test dos elétricos é um pouco diferente dos experimentos realizados nos veículos com motor a combustão. O resultado esperado é que a energia do impacto seja distribuída, se espalhando ao redor da bateria, deformando o plástico e gerando danos apenas nos componentes menos críticos.

E foi o que aconteceu neste caso, como você pode ver no vídeo acima, com as baterias saindo ilesas no teste de colisão, ao contrário do Golf, cuja dianteira ficou bastante danificada. Isso era esperado pela companhia, pois o mesmo resultado foi obtido nos testes virtuais, mas por precaução ela deixou uma equipe de bombeiros de prontidão, para o caso de ocorrer algum incêndio.

Modelo pode ter cinco ou nove baterias

Lançado na Europa, o novo caminhão elétrico da Scania tem um motor de 310 cv, que pode ser alimentado por conjuntos de cinco ou nove baterias, dependendo da configuração, com capacidades entre 165 e 300 kWh. Na versão mais potente da linha, é possível rodar por até 250 km antes de recarregá-la.

Conforme a montadora, a recarga é feita por meio de uma conexão Combined Charging System (CCS) tipo 2 de até 130 kW. O modelo mais básico gasta apenas 55 minutos para uma carga completa, metade do tempo exigido para a versão mais parruda.

Disponível nas séries L e P, ele ainda não tem previsão de chegar ao Brasil.