Volvo vai acelerar produção no Paraná; empregados fecham acordo de dois anos

Maioria dos empregados em Curitiba aprovou proposta negociada pelo sindicato de reajustes em 2020 e 2021

38

Volvo no ParanáVolvo no Paraná

Em votação on-line entre 8h e 18h da segunda-feira, 21, a maioria dos trabalhadores da Volvo no Paraná aprovou o acordo que prevê os reajustes salariais deste ano e em 2021. A aprovação ocorreu sob clima favorável, pouco antes da fábrica acelerar a produção, que a partir de outubro irá aumentar dos atuais 50 para 76 caminhões pesados por dia e de 17 semipesados para 27, enquanto a fabricação de chassis de ônibus será retomada no ritmo de duas unidades/dia, conforme relata o Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba (SMC).

“Essa proposta só aconteceu graças ao momento favorável em que vive o setor de caminhões no Brasil e também pelo objetivo da representação sindical dos trabalhadores da Volvo em centralizar esforços na recuperação do poder aquisitivo dos salários e da reposição do vale-mercado”, ressaltou Sérgio Butka, presidente do SMC.

Segundo o sindicato, atualmente cerca de 1,4 mil trabalhadores da Volvo, a maioria da produção, cumpre expediente na fábrica, enquanto cerca de 200 empregados estão com contratos de trabalho suspensos (layoff), com retorno previsto para 1° de outubro, na semana que vem. Outros 1,4 mil funcionários de setores administrativos trabalham em regime remoto (home-office) e 60 pessoas pertencentes a grupos de risco para a Covid-19 estão afastadas.

Após duas assembleias realizadas na segunda-feira no início da manhã e da tarde na porta da fábrica da Volvo para explicar o teor da proposta salarial negociada entre empresa e sindicato, foi aberta a votação on-line que teve a participação de 2.286 trabalhadores da Volvo, dos quais 1.702 (74,45%) votaram pela aprovação do acordo.

Pelo acordo aprovado, neste mês de setembro os salários, piso e grade salarial da Volvo no Paraná serão reajustados em 100% da variação da inflação medida pelo INPC (2,94%), o vale-mercado passa a ser de R$ 760 por mês (aumento de quase 10%) e será feito o pagamento de duas parcelas restantes do adiantamento do Programa de Participação nos Resultados (PPR) 2020, totalizando R$ 8 mil. Em setembro de 2021 haverá nova reposição anual do INPC acrescida de 1% de aumento real para salários, piso, grade salarial e vale-mercado.