SAF-Holland vai fornecer suspensão pneumática para o VW e-Delivery

Caminhão elétrico usará conjunto KLL fabricado em Alvorada (RS)

36

suspensão pneumáticaSuspensão pneumática

A SAF-Holland foi selecionada pela Volkswagen Caminhões e Ônibus para fornecer as suspensões do o novo caminhão elétrico VW e-Delivery, que começa a ser produzido em escala comercial em Resende (RJ) a partir de 2021. A empresa informa que produzirá em Alvorada (RS) as suspensões pneumáticas traseiras KLL para as versões 4×2 e 6×2 do novo veículo, incluindo o terceiro eixo com suspensor.

Fabricante multinacional de quinta-rodas, sistemas de suspensão, eixo de reboque, aparelhos de levantamento e produtos de acoplamento para caminhões, ônibus e carretas, a SAF-Holland comprou no fim de 2016 a brasileira KLL, que atua há 30 anos no País e já fornecia conjuntos de suspensão pneumática e eixos auxiliares para chassis de ônibus fabricados pela VWCO em Resende. O novo contrato de fornecimento para o e-Delivery amplia a relação comercial entre as duas empresas, que já soma mais de 20 anos.

Juarez Keiserman, diretor-presidente da KLL SAF-Holland, diz que a adoção de suspensões pneumáticas é uma tendência crescente em veículos comerciais pesados, especialmente no caso de ônibus, em benefício do conforto dos passageiros. “O sistema pneumático tem muitas vantagens sobre a suspensão mecânica, inclusive a manutenção é mais barata, mas como tem preço mais elevado é adotado em menor escala em caminhões. No caso do e-Delivery, o maior valor agregado do modelo elétrico absorve o custo da suspensão a ar”, explica.

A suspensão pneumática também é mais eficiente para a aplicação do primeiro cliente do e-Delivery, a Ambev, que já formalizou encomenda de 1,6 mil unidades do caminhão elétrico até 2023 e desde 2018 faz testes com protótipos para distribuição urbana de bebidas. Keiserman destaca que a suspensão a ar favorece este tipo de operação, porque permite a regulagem de altura do veículo, importante para o carregamento e descarregamento de caixas, além de proteger a carga de garrafas ao absorver melhor possíveis solavancos e aumentar o conforto do motorista e passageiros.

Keiserman afirma que a suspensão pneumática aplicada ao e-Delivery, com quatro bolsas de ar, “é a melhor disponível no mercado atualmente”. Foram feitos alguns investimentos em novos ferramentais para produzir o conjunto na fábrica de Alvorada. O componente ajudará a elevar a nacionalização do caminhão elétrico brasileiro, pois segundo o diretor-presidente da KLL SAF-Holland tem mais de 90% de conteúdo nacional.