Setor de embalagens de lubrificantes renova compromisso com São Paulo

171

Embalagens plásticas de lubrificantes: um segmento que segue na frente

jogue-limpoOs setores de embalagens plásticas de óleo lubrificante usadas, de pilhas e baterias portáteis e baterias automotivas assinaram, em 21 de dezembro, a renovação de termos de compromisso de logística reversa com a Secretaria Estadual do Meio Ambiente (SMA) e a Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb).

Os documentos foram assinados na sede da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (Fecomércio/SP) pelo secretário adjunto do Meio Ambiente, Antônio Velloso Carneiro, pelo presidente e pelo diretor de Controle e Licenciamento Ambiental da Cetesb, respectivamente, Carlos Roberto dos Santos e Geraldo do Amaral, pelo presidente de Sustentabilidade da Fecomérci/SP, José Goldemberg e por representantes dos setores envolvidos.

Os termos de compromisso formalizam o comprometimento que envolve fabricantes, distribuidores, comerciantes e importadores, estabelecendo responsabilidades na gestão dos resíduos gerados após o consumo, viabilizando a coleta, armazenagem e retorno dos materiais aos ciclos produtivos para reuso, reciclagem ou descarte ambientalmente adequado.

Segmento de lubrificantes foi o primeiro 

O segmento de lubrificantes foi o primeiro a assinar o Acordo Setorial com o Ministério do Meio Ambiente (MMA), em 2010, para atendimento da Política Nacional de Resíduos Sólidos. No Estado de São Paulo, a homologação do termo entre SMA, CETESB, Sindicom, Simepetro e Instituto Jogue Limpo têm como objetivo contribuir para a redução de resíduos sólidos no Estado.

Jorge Luiz Oliveira, Diretor Executivo do Sindicom, comentou otimista sobre a renovação dos termos de compromisso. “A renovação do termo de compromisso é muito importante para darmos continuidade ao trabalho que vimos desenvolvendo.

O Jogue Limpo tem se concentrado em aprimorar, com maior participação de todos os agentes da comercialização, a logística reversa de embalagens de lubrificantes usadas. A responsabilidade compartilhada dos agentes do setor pela logística reversa é fundamental para o equilíbrio econômico e ambiental”.

Em atendimento à legislação, em especial à Resolução SMA n° 45/2015, os novos termos de compromisso passarão a contar com a adesão do comércio varejista e atacadista, conferindo maior alcance às ações. Além disso, estabelecerão novas metas, como o atendimento gradual dos 645 municípios do Estado, e novos cronogramas a serem cumpridos até 2020.

Jorge Luiz mostrou-se bastante entusiasmado com a entrada dos novos setores. “O desafio para os próximos anos continua sendo fazer com que o Jogue Limpo evolua na mesma direção de outros modelos compartilhados de logística reversa já existentes. Para isso, apostamos nos Pontos de Entrega Voluntária (PEVs) para facilitar a devolução pelos geradores de embalagens plásticas de óleo lubrificante usadas. A entrega das mesmas aos pontos de recolhimento trará benefícios, tais como, a redução das embalagens usadas descartadas em locais inadequados e o seu destino correto”, finalizou.

SOURCENewsletter Sindicom