Nissan Murano vai mal em teste de colisão frontal

Mesmo com sete airbags, oferece baixa proteção para adultos, aponta Latin NCAP

179

Nissan Murano reprovado no teste de colisão frontal para adultos

Nissan Murano recebe apenas duas estrelas em teste de colisão frontal
Nissan Murano recebe apenas duas estrelas em teste de colisão frontal

No último teste do ano, o Latin NCAP, Programa de Avaliação de Veículos Novos para a América Latina e Caribe, apresenta o resultado da avaliação de segurança do Nissan Murano, fabricado nos Estados Unidos. O modelo utilizado no teste, que foi patrocinado pela própria montadora, é equipado com sete airbags e controle eletrônico de estabilidade (ESC), contudo, isto não foi o suficiente para apresentar um bom desempenho no teste de colisão frontal para adultos. No relatório do Latin NCAP, o modelo recebeu apenas duas estrelas no quesito proteção para adultos numa escala que vai de zero a cinco, sendo cinco a melhor pontuação.

Testes de impacto lateral e de impacto lateral de poste

O Nissan Murano ofereceu boa proteção nos testes de impacto lateral e no impacto lateral de poste para ocupante adulto e também infantil, apresentando eficácia principalmente nos airbags tipo cortina, ao longo da lateral superior do veículo. Entretanto, apresentou baixo desempenho estrutural no teste de colisão frontal, embora tenha recebido quatro estrelas neste teste para proteção de crianças.

Avaliação do Latin NCAP

Em sua avaliação, o Latin NCAP destaca os danos na área do motorista, considerando tórax, pernas e pés, além da movimentação de direção, o que explica as possíveis lesões, o que causa a perda de pontos.

“É surpreendente como um modelo desenvolvido com a última tecnologia, com sete airbags, não possa obter cinco estrelas para a proteção do ocupante adulto. O Murano é produzido nos Estados Unidos, onde as normas de segurança são elevadas. É surpreendente que esse modelo ofereça boa proteção no teste de colisão de sobreposição pequeno e um desempenho fraco no teste de colisão de sobreposição de 40%. O Latin NCAP solicita publicamente à Nissan que melhore esse modelo para que ele possa ganhar cinco estrelas, resolvendo o problema do pobre rendimento estrutural que causou a perda de pontos”, afirma o secretário geral do Latin NCAP, Alejandro Furas.

Melhores níveis de proteção para os consumidores da América Latina e do Caribe

A presidente do Latin NCAP, María Fernanda Rodríguez, também comenta os resultados do teste patrocinado pela Nissan: “Encerramos o ano com este resultado surpreendente. Um modelo patrocinado por um fabricante que, devido a seu equipamento, era de se esperar que proporcionasse proteção de cinco estrelas e conseguiu apenas duas para os ocupantes adultos. Esse resultado evidencia que veículos caros e que contam com equipamento de segurança não necessariamente oferecem proteção cinco estrelas. O Latin NCAP impulsiona a Nissan a melhorar esse carro e todos seus outros modelos, proporcionando melhores níveis de proteção para os consumidores da América Latina e do Caribe”.

No teste de ESC, o Latin NCAP declara que o Nissan Murano cumpre com os requerimentos regulatórios.

Veja abaixo os vídeos com os testes de colisão e ESC do Nissan Murano realizado pelo Latin NCAP: