Indian adota central multimídia na linha 2017 para se igualar a Harley

332

Rivais de longa data, Harley-Davidson e a renascida Indian Motorcycles têm travado uma boa briga pela preferência do consumidores de motos custom americanas. O mais novo capítulo dessa “briga” é o completo sistema de infotainment que a Indian, marca adquirida em 2012 e renovada pela Polaris, adotou em algumas motos modelos 2017.

Todd Williams PhotographyTela touch e colorida de 7”, sistema de som de 200 W e GPS inclusos nos modelos 2017 da Roadmaster e Chieftain

A Roadmaster e a Chieftain, ambas topo de gama da Indian, virão equipadas com uma central multimídia com tela de 7’’ polegadas totalmente colorida com tecnologia touch e Bluetooth no modelo 2017. O novo sistema, batizado de Ride Command, irá permitir que o motociclista conecte o seu smartphone, faça uma chamada ou ouça música via Bluetooth, como no sistema atual da Harley. Aliás, o sistema de som das Indian também evoluiu. Ainda não chegam aos 300 W daHarley CVO Street Glide , mas agora são 100 watts para a Chieftain e 200 watts para a Roadmaster.

WM1_Indian4Há três telas nas quais o motociclista escolhe as informações que quer visualizar

O sistema conta com três telas personalizáveis, nas quais o piloto poderá escolher as informações que deseja ver em cada uma delas: estado geral da moto (pressão dos pneus, tensão da bateria, horas de uso do motor, próxima troca de óleo); informações sobre a unidade (velocidade, combustível, RPM, indicador de marcha), Trip 1; Trip 2; programação do passeio, configurações de áudio e mapas de navegação. A tela tátil também permite ampliar o zoom como fazemos nos smartphones. Se quiser saber mais sobre o sistema Ride Command, que deverá chegar aos modelos vendidos no Brasil em 2017, assista ao vídeo explicativo (em inglês) que abre o post. Nessa briga de duas lendárias marcas americanas quem ganha é o consumidor.

Fonte: Infomotos / Arthur Caldeira