Hyundai já exporta caminhão a célula de combustível para a Europa

Veículo pesado movido a hidrogênio pode rodar 400 quilômetros

75

Hyundai Xcient Fuel CellHyundai Xcient Fuel Cell

O nome dele é Hyundai Xcient Fuel Cell, mas, é certo, no futuro ficará muito mais conhecido como o primeiro caminhão pesado movido a célula a combustível produzido em massa. Apresentado o ano passado e fabricado na Coreia, ele iniciou esta semana sua carreira internacional ao ter as dez primeiras, de um total de 50 previstas para este ano,  embarcadas para a Suíça.

Os primeiros Xcient entrarão em operação em frotas comerciais suíças já a partir de setembro. Mas fabricar e colocar nas ruas caminhões pesados com a tecnologia requer ainda precaução por parte da Hyundai. A empresa planeja produzir  somente 1,6 mil unidades até 2025.

“O Xcient Fuel Cell é uma realidade, não um mero projeto de prancheta. Ao colocar este veículo inovador na estrada agora, a Hyundai estabelece um marco significativo na história dos veículos comerciais”, afirma Cheol Lee, vice-presidente executivo e responsável pela divisão de veículos comerciais da Hyundai Motor.

A montadora, de qualquer forma,  já acumula boa experiência no campo das células de combutível, mas sempre com veículos leves. Em 2015 apresentou o ix35 Fuel Cell  e há dois anos vende o crossover Nexo em vários mercados.

O novo caminhão, para 19 toneladas,  tem motor Siemmens de 470 cavalos e transmissão de seis velocidades. É alimentado por sistema de duas pilhas de 95 kW. Sete tanques de hidrogênio oferecem capacidade combinada de armazenamento de cerca de 32 kg de hidrogênio e que, segundo a Hyundai, garantem autonomia aproximada de 400 km.

A recarga completa exige de 8 a 20 minutos. O que, no entender da montadora, qualifica o Xcient para remessas comerciais e logística de longas distâncias e curtos tempos de reabastecimento.