Vantagens no uso de visores de nível tridimensionais tipo “olho-de-boi”

2268

Marcos Thadeu Giacomini Lobo

Marcos Thadeu Lobo

Engenheiro Mecânico Graduado Pela Universidade Estadual De Campinas ( Unicamp ) em 1985. Ingressou na Petrobras Distribuidora S/A em 1986 como profissional de Suporte Técnico em Produtos. E atualmente exerce a função de Consultor Técnico Sênior.

A maioria dos equipamentos móveis e industriais, ainda, utiliza para verificação de nível e decisão quanto à reposição de óleo lubrificante visores de nível circulares de face plana.

olho-de-boi-figura-2
olho-de-boi-figura-1Figuras 1/2 – Visor de nível circular de face plana

Os visores circulares de face plana apresentam alguns inconvenientes:

– o nível de óleo lubrificante não pode ser visto de qualquer direção o que dificulta a leitura à distância obrigando o operador a aproximar-se do maquinário em situações que podem expor-lhe a riscos de acidente;

– com o passar do tempo, filme de verniz escurecido se forma até a linha de nível do visor e pode indicar falsas leituras positivas de nível e possibilidade de avarias catastróficas por falta de lubrificação.

04

Figura 3 – Visor de nível circular de face plana com filme de verniz escurecido que pode dificultar a leitura ou dar indicações falseadas de nível

Com vistas a aprimorar a leitura de nível de óleo lubrificante foi desenvolvido os chamados visores de nível tridimensionais tipo “olho de boi”.

olho de boiolho-de-boi-2Figuras 4/5 – Visores de nível tridimensionais tipo “olho-de-boi”

Os visores tridimensionais tipo “olho-de-boi” apresentam algumas vantagens em relação aos visores de nível  circulares de face plana:

– o nível de óleo lubrificante pode ser visualizado, praticamente, de qualquer direção facilitando as atividades de inspeção visual rápida dos equipamentos não sendo necessária aproximação excessiva do maquinário e os riscos decorrentes;

– a formação de filme de verniz escurecido é menos frequente o que evita falsas leituras positivas de nível;

– podem vir equipados com pinos de drenagem de borra, material particulado sólido e água e com pinos para verificação de corrosividade;

– podem ser utilizados como ponto de coleta de óleo lubrificante na impossibilidade  de se utilizar método de coleta de amostra mais representativo.

0708

Figura 6 – Pinos de drenagem de água e sujidades e verificação de corrosividade

Em face dos expostos motivos muitos OEMs e usuários de equipamentos móveis e industriais tem migrado para o uso dos visores de nível tridimensionais tipo “olho-de-boi” em substituição aos circulares de face plana.

09

Figura 7 – Visores: circular de face plana x tri-dimensional tipo “olho-de boi”

Os visores de nível tridimensionais tipo “olho-de-boi” são muito resistentes a impactos, são fáceis de instalar, adaptam-se, praticamente, a qualquer maquinário, possibilitam a leitura de nível a partir de, virtualmente, qualquer ângulo, reduzem o risco das falsas leituras positivas de nível,  evitam o risco de aproximação excessiva do maquinário para leitura de nível de óleo lubrificante e podem ser utilizados como simples e eficientes instrumentos de inspeção visual rápida com vistas à detecção de água condensada, borras e material particulado sólido.

Outros artigos do Autor

Qual o óleo certo para diferenciais autoblocantes ou “limited slip”?

Marcos Thadeu Lobo Engenheiro Mecânico Graduado pela Universidade Estadual de Campinas ( Unicamp ). Exerce, atualmente, a função de Consultor Associado na empresa QU4TTUOR CONSULTORIA. Diferenciais...

Vantagens e cuidados no uso de contentores portáteis para lubrificantes

Marcos Thadeu Lobo Engenheiro Mecânico Graduado pela Universidade Estadual de Campinas ( Unicamp ). Exerce, atualmente, a função de Consultor Associado na empresa QU4TTUOR CONSULTORIA. Contentores...

Graxa para mancais de rolamento, como escolher?

Marcos Thadeu Lobo Engenheiro Mecânico Graduado pela Universidade Estadual de Campinas ( Unicamp ). Exerce, atualmente, a função de Consultor Associado na empresa QU4TTUOR CONSULTORIA. Graxa...

Guia de interpretação de análises em lubrificantes para motores diesel

Marcos Thadeu Lobo Engenheiro Mecânico Graduado pela Universidade Estadual de Campinas ( Unicamp ). Exerce, atualmente, a função de Consultor Associado na empresa QU4TTUOR CONSULTORIA. Interpretação...

Que lubrificante usar para um compressor de ar recíproco?

Marcos Thadeu Lobo Engenheiro Mecânico Graduado pela Universidade Estadual de Campinas ( Unicamp ). Exerce, atualmente, a função de Consultor Associado na empresa QU4TTUOR CONSULTORIA. Lubrificação...