Mercado de motos evolui 14,4% no ano

54

Mercado de motosMercado de motos

Assim como fez com o mercado de caminhões, a Fenabrave também revisou para cima a meta de vendas internas de motocicletas este ano. A projeção atual é de crescimento de 14%, quase o dobro dos 7,3% previstos inicialmente a também maior do que a revisão feita há três meses, que era de alta de 10,6%.

Com a nova meta, a Fenabrave estima que o mercado atingirá 1.072.011 motocicletas emplacadas no País agora em 2019, ante as 940,4 mil comercializadas no ano passado. A queda nas taxas de juros e a maior disponibilidade de crédito têm contribuído para movimentar mais o segmento, segundo os dirigentes da Fenabrave.

No acumulado de janeiro a setembro, foram emplacadas 796,5 mil motos no Brasil, o que representa crescimento de 14,4% sobre as 696,1 mil licenciadas no mesmo período de 2018. Em setembro as vendas totalizaram 87,7 mil unidades, com expansão de 18,4% sobre as 74 mil emplacadas em igual mês do ano passado.

Houve queda no comparativo com agosto, quando as vendas atingiram 88,6 mil unidades, um movimento que atingiu todos os segmentos automotivos por conta, principalmente, do menor número de dias úteis em setembro, conforme comentou o presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Júnior, ao divulgar o balanço do setor esta semana.