Toyota investirá R$ 1 bi para produzir SUV em Sorocaba em 2021

Anúncio foi confirmado no Japão; aporte deve receber benefícios do IncentivAuto

81
Toyota fará novo investimento de R$ 1 bilhão

A linha de produção da Toyota em Sorocaba: novo investimento de R$ 1 bilhão para fazer um novo carro

Toyota fará novo investimento de R$ 1 bilhão

A Toyota confirmou na sede da empresa no Japão que fará novo investimento de R$ 1 bilhão na unidade de Sorocaba (SP) para “fabricar um novo modelo no mercado brasileiro com previsão de comercialização em 2021”, segundo comunicado divulgado no início da madrugada da quinta-feira, 19, no horário do Brasil. Embora não confirme qual modelo será produzido, até as pedras da planta sorocabana sabem que será o primeiro SUV nacional da marca, que deverá contar com benefícios fiscais estaduais do IncentivAuto.

Segundo fontes consultadas por Automotive Business, o novo produto será montado sobre a arquitetura DNGA, versão compacta a plataforma global TNGA. Esta é a mesma usada pela recém-lançada nova geração do Corolla fabricado em Idaiatuba (SP), que permite a introdução de versões com powertrain híbrido.

Esse tipo de propulsão se encaixa na estratégia da montadora de nos próximos dez anos eletrificar toda a sua oferta de modelos globalmente. Um possível candidato a ser produzido no País é um SUV compacto baseado no Daihatsu DN Trec, a ser lançado no Japão em 2020.

No anúncio do aporte estava o governador de São Paulo, João Doria, que viajou ao Japão para a revelação, como já havia adiantado há quase um mês.. O investimento deverá ser beneficiado pelo IncentivAuto, programa criado pela gestão Doria no início do ano para incentivar fabricantes de veículos no Estado, com a concessão de descontos de ICMS que começam em 2,5% para empresas que investirem R$ 1 bilhão, com geração de no mínimo 400 empregos, e vão subindo gradativamente até 25% de isenção para quem aportar acima de R$ 10 bilhões.

“Esse anúncio de mais um investimento que fazemos no Brasil é o resultado do trabalho conjunto de nossos colaboradores, fornecedores, concessionários, sindicatos, governo e reforça nossa visão de longo prazo no País”, afirma Masahiro Inoue.

Segundo a Toyota, a escolha de Sorocaba para abrigar o novo veículo foi motivada pelo projeto inicial da unidade, que já previa a possibilidade de ampliações e tem ao lado um polo de 12 fornecedores. Quando iniciar a produção de mais um carro da planta, a empresa prevê a contratação de 300 novos colaboradores – 100 postos a menos do que exige o IncentivAuto, indicando que mais pessoas deverão ser contratadas. Ainda assim, não será suficiente para compensar as 840 demissões que a montadora fez ao encerrar o terceiro turno em agosto passado, que gerou outras centenas de cortes em fornecedores da região.

Em nota, Masahiro Inoue, CEO da Toyota para a América Latina e Caribe e chairman da Toyota do Brasil, deu a entender que o novo investimento em Sorocaba foi viabilizado após negociações e acordos com trabalhadores e o governo estadual.

“Esse anúncio de mais um investimento que fazemos no Brasil é o resultado do trabalho conjunto de nossos colaboradores, fornecedores, concessionários, sindicatos, governo e reforça nossa visão de longo prazo no País”, afirma Masahiro Inoue.

Segundo o presidente da Toyota no Brasil, Rafael Chang, o projeto para o investimento foi trabalhado em conjunto com o governo: “O estado está dando todos os mecanismos para facilitar os investimentos e sobretudo para dar previsibilidade às empresas como a Toyota”, declarou logo após o anúncio em Nagoya, no Japão.

PRODUÇÃO E INVESTIMENTOS ASCENDENTES

Em agosto, a fábrica da Toyota em Sorocaba completou sete anos de operação com 665 mil veículos produzidos. A terceira unidade produtiva da empresa aberta no País nasceu com investimento inicial de US$ 600 milhões para fabricar a linha Etios, hatch e sedã. Desde o ano passado a Toyota também produz lá os Yaris hatch e sedã. Inaugurada para montar 60 mil veículos por ano, a planta recebeu aportes adicionais de R$ 1 bilhão em janeiro de 2015 e hoje tem capacidade para 108 mil unidades/ano.

Segundo a Toyota, desde o início das operações a fábrica vem aumentando a produção à média de 13% ao ano. Este ano, de janeiro a agosto já foram montadas 80 mil unidades dos modelos Etios e Yaris.

Com o novo anúncio, a Toyota soma nesta década o total de R$ 6,68 bilhões investidos no País. Desde 2012 a empresa investiu na construção de duas fábricas: Sorocaba e Porto Feliz, onde são feitos os motores 1.3 e 1.5 que equipam os Etios e Yaris, e o recém-chegado 2.0 Dynamic Force para a nova geração do Corolla produzido em Idaiatuba, que no último ano recebeu aporte de R$ 1 bilhão para fazer o novo sedã.