FCA é certificada pela redução de emissões em suas fábricas na América Latina

Selo de Ouro é emitido pela FGV, que aplica programa Inventários de Gases de Efeito Estufa (GEE)

38

FCA é certificadaFCA é certificada

Todas as fábricas da FCA na América Latina receberam o Selo de Ouro, certificado do programa Inventários de Gases de Efeito Estufa (GEE), que atesta a redução da emissão de gases, como o CO2. As dez plantas na região incluem as fábricas de veículos, como a de Betim (MG), a de Goiana (PE) e a de Córdoba (Argentina), além das unidades de motores, transmissões, componentes e centros de distribuição de peças no Brasil e na Argentina.

O certificado é resultado do levantamento que segue a metodologia do GHG Protocol, que é a ferramenta para quantificar e gerenciar as emissões de GEE, utilizado em todo o mundo por governos e empresas. No Brasil, o programa é realizado pelo Centro de Estudos em Sustentabilidade da Fundação Getúlio Vargas (FGV). A FCA utiliza o protocolo GHG desde 2017.

Em todas as plantas, há um indicador de CO2 para acompanhamento mensal dos resultados. Entre 2017 e 2018, a FCA conseguiu reduz em 11% as emissões de CO2 e no acumulado de janeiro a julho de 2019, a redução é de 16% na comparação com o mesmo período de 2018. “Receber o Selo Ouro é o reconhecimento do compromisso da FCA de reduzir as emissões geradas ao longo do processo produtivo, com total transparência. 2019 é um ano especial, pois nos tornamos membros do programa e todas as nossas unidades da América Latina foram contempladas”, afirma o gerente de meio ambiente, saúde e segurança do trabalho para a América Latina, Neylor Bastos.

Para reduzir as emissões, a empresa implementa várias ações, desde a aquisição de equipamentos de alto rendimento, até a instalação de sistemas inteligentes de eficiência energética e automação, entre outras, como a simples alteração da temperatura da água que resfria as pinças da funilaria no Polo Automotivo Jeep, em Goiana (PE), que trouxe ganhos ambientais e 186 toneladas de CO2 a menos por ano.

De acordo com a analista de Meio Ambiente da FCA, Amanda Leite, a capacitação dos funcionários também é um diferencial para garantir melhorias contínuas dos resultados.