A transição energética na mente e no coração

61

Pedro Nelson Belmiro

Pedro Nelson A. Belmiro é Engº Químico com mais de 44 anos na indústria de lubrificantes, Co-autor do livro Lubrificantes e Lubrificação Industrial e Editor da revista lubes em Foco.

O evento era sobre transição energética, falando sobre a velocidade de mudança para as fontes de energia com baixos teores de carbono e o tempo de sobrevivência do petróleo, como principal propulsionador do progresso. Para lá me dirigi, na certeza de que grandes especialistas falariam da importância da energia elétrica, em todos os setores, e dos meios para sua geração. A frase de impacto foi: “da molécula ao elétron”.

Um hábito de décadas que eu tinha era engraxar os sapatos com o bom e velho “seu” Jair que, há quase 50 anos, tinha sua cadeira de engraxate, bem perto da portaria do nº 52 da rua Almirante Barroso, no centro do Rio, onde fica a sede do Instituto Brasileiro de Petróleo, Gás e Biocombustíveis, o IBP. Era recebido sempre com muita educação e o jornal do dia nas mãos para a leitura do cliente durante a função, sentado lá no alto, acima das cabeças que passavam apressadamente pela calçada. Ele não era homem de muitos sorrisos, mas fazia um trabalho perfeito, levando os sapatos a uma duração muito além do esperado. Ao todo, passava ali uns dez a quinze minutos, no máximo, mas que proporcionava uma pausa interessante na correria e no estresse, entre uma reunião e outra.

Atravessei a rua, indo direto para o “trono” do “seu” Jair, pouco antes do evento, com a mente já antecipando o que poderia ouvir dos especialistas. Mudanças que ocorrem a uma tremenda velocidade e que precisamos entender e acompanhar, para a nossa sobrevivência nos negócios. Mas antes, uma pequena pausa para os meus pés e alegria dos meus sapatos que iriam se revigorar nas mãos do bom velhinho.

Levei um choque e parei na calçada, imobilizado diante do vazio que a ausência da cadeira de engraxate meio centenária havia deixado. O segurança do prédio me diria mais tarde que nosso bom e velho Jair falecera, há cerca de uns dois meses, com seus oitenta e tantos anos, e sua cadeira estava guardada no interior do prédio. O choque maior foi perceber que em seu lugar já haviam colocado um ponto de aluguel de patinetes elétricos, e um jovem de tênis acabara de pegar um desses veículos e sair rapidamente por entre os transeuntes. transição energética

No tempo em que fiquei parado na calçada, imóvel diante da cadeira ausente, o filme da história daquele ponto foi passando, a princípio lento, com opalas, chevettes e fuscas desfilando pela Almirante Barroso, e meus jovens amigos estreando comigo o uso de ternos e sapatos pretos bem engraxados.

Mas essas imagens foram rapidamente se transformando, os carros se modificando com seus motores mais sofisticados, e a poluição aumentando, fazendo com que muitas vezes, “seu” Jair tivesse que bater com a flanela na cadeira antes do cliente sentar.

A velocidade do meu filme aumentou mais ainda, quando ouvi o sino do VLT passando por uma Avenida Rio Branco já fechada ao tráfego, e a velha e tradicional cadeira de engraxate começou a se dissolver no ar, junto com seu dono e suas graxas à base de petróleo. E as moléculas deram lugar aos elétrons que eletrificavam os patinetes e faziam aquele jovem de tênis seguir rápida e silenciosamente em busca de uma transição para o futuro.

Ao me recuperar dessa viagem, respirei fundo e segui para ouvir especialistas falarem de transição energética, entendendo mais ainda agora que, reforçando os diálogos que havia tido com um amigo, os grandes desafios das novas tecnologias disruptivas e suas implantações estão, principalmente, na mente e nos corações dos seres humanos, que precisam se adaptar às mudanças tecnológicas cada vez mais rápidas, para poder aplicá-las, como meio de obtenção de resultados, e qualidade de vida, sem perder de vista seu coração e sua história.

Para uma saudável transição da molécula para o elétron, da cadeira do “seu” Jair para o patinete elétrico do jovem de tênis.

Outros artigos do Autor

A transição energética na mente e no coração

Pedro Nelson Belmiro Pedro Nelson A. Belmiro é Engº Químico com mais de 44 anos na indústria de lubrificantes, Co-autor do livro Lubrificantes e Lubrificação...

O ser humano na transformação tecnológica

Pedro Nelson Belmiro Pedro Nelson A. Belmiro é Editor da revista lubes em Foco, Conselheiro da Comissão de Lubrificantes do IBP, Co-autor do livro Lubrificantes...

Os desafios dos números no mercado de lubrificantes

Pedro Nelson Belmiro Pedro Nelson A. Belmiro é  Coordenador da Comissão de Lubrificantes do IBP, Co-autor do livro Lubrificantes e Lubrificação Industrial e Editor da...

O Brasil será importador de óleos básicos ou terá investimentos em refino?

Pedro Nelson Belmiro Pedro Nelson A. Belmiro é  Coordenador da Comissão de Lubrificantes do IBP, Co-autor do livro Lubrificantes e Lubrificação Industrial e Editor da...

Programas de governo devem ter atenção aos lubrificantes

Pedro Nelson Belmiro Pedro Nelson A. Belmiro é  Coordenador da Comissão de Lubrificantes do IBP, Co-autor do livro Lubrificantes e Lubrificação Industrial e Editor da...